Durante o fim-de-semana de 26 e 27 de novembro realizou-se a 19ª edição do 24 Horas TT Vila de Fronteira, no distrito de Portalegre. A prova de todo o terreno (TT) organizada pelo município de Fronteira e Automóvel Clube de Portugal (ACP) registou este ano uma das maiores listas de inscritos da sua história, contando com 99 equipas e mais de 400 pilotos.

Rogério Silva, presidente da Câmara Municipal de Fronteira, referiu que este evento é uma “mais-valia” para a dinamização da economia local e regional.

Na quinta-feira, 24 de novembro, realizou-se a Cerimónia de Partida no Parque Urbano do Centro de Interpretação da Batalha dos Atoleiros.

Publicidade
Publicidade

Na tarde de sexta-feira realizou-se o prólogo desta prova de TT.

Na manhã de sábado decorreram as 3 Horas TT UTV/Buggy. Nesta prova Ricardo Carvalho subiu ao pódio, alcançando o primeiro lugar. O piloto, que já alcançou várias vitórias no Campeonato Nacional de TT, cumpriu 16 voltas ao Terródromo de Fronteira. Em segundo lugar ficou o piloto Nuno Ferreira e o terceiro lugar ficou para o campeão nacional em título, João Dias, que partilhou a pilotagem com Pedro Carvalho.

Ricardo Carvalho referiu: “Foi um excelente resultado. Foi a melhor forma de terminar a época".

A prova das 24 Horas teve início pelas 14:00 de sábado e terminou às 14:00 de domingo. O AC Nissan Proto de Alexandre Andrade, Cédric Duple e Yann e Thomas Morize foi o vencedor das AFN 24 Horas TT Vila de Fronteira. Esta equipa, liderada por Mário Andrade, que mais uma vez trocou o lugar de piloto para ser, em exclusivo, o team manager da estrutura luso-francesa, conseguiu o quinto triunfo em 19 edições da maratona realizada nesta vila alentejana.

“É um grande prazer vir a esta prova.

Publicidade

Foi uma vitória muito dura na corrida do ano. Quando se tem a melhor equipa, os melhores mecânicos e os melhores pilotos, tudo funciona”, disse Alexandre Andrade ao terminar da prova. Esta equipa conseguiu dar 104 voltas ao circuito de 17 quilómetros, num total de quase 1800 quilómetros.

A equipa portuguesa fez a festa a dobrar, uma vez que terminou em quinto na classificação geral e garantiu a vitória no Desafio Mazda. O CX Proto do portalegrense Etelvino Carvalho, Bruno Rodrigues, Jorge e Marco Cardoso tinha como principal objetivo trabalhar para que Etelvino Carvalho reconquistasse o troféu da competição organizada pelo importador do construtor japonês e este foi alcançado.

Apesar das condições atmosféricas adversas, esta prova contou com milhares de apoiantes e fascinados por TT. Pelas 00:00 a organização do evento presenteou os presentes com um espetáculo único de fogo de artifício. #Automobilismo