Os sonhos da equipa de #Futebol brasileira da Chapecoense terminaram esta madrugada, e de forma trágica. A equipa viajava para a Colômbia, onde iria disputar a primeira mão da final da Copa Sul-Americana. O avião onde seguiam despenhou-se, causando a morte a 71 pessoas. Segundo os últimos relatos, haverá seis sobreviventes deste trágico acidente.

Publicidade

Pouco passava das três da madrugada em Lisboa, 22h15 a hora local em Cerro Gordo, quando se deu o acidente. O avião onde seguiam 81 pessoas a bordo, 72 passageiros e 9 tripulantes, despenhou-se, depois de avisar a torre de controlo sobre falhas eléctricas.

Publicidade

O voo fazia a ligação entre o Aeroporto Internacional de Viru, na Bolívia, e o Aeroporto José María Córdova, em Rionegro, Colômbia.

Segundo as últimas informações, foram identificados seis sobreviventes. Segundo o Correio da Manhã, entre os sobreviventes há três jogadores da Chapecoense, nomeadamente “o guarda-redes Marcos Danilo Padilha, de 31 anos, o guarda-redes de reserva Jackson Follmann, de 24 anos, e o lateral Alan Ruschel, de 27 anos”.

Outros dois sobreviventes foram já identificados, sendo eles “o jornalista brasileiro Rafael Henzel”, e ainda “a assistente de bordo Jimena Suárez”, conforme noticia igualmente o Correio da Manhã.

No momento em que este artigo foi finalizado, a imprensa internacional começava a apontar 6 sobreviventes, mas ainda era incerta a identidade da 6ª pessoa. O britânico The Telegraph, subscrevendo este número, não apontava as identidades e indicava que algumas fontes apontavam até 13 sobreviventes.

Publicidade

O número tornar-se-á mais claro nas próximas horas.

Das vítimas mortais, sabe-se agora que 25 dos corpos já foram retirados do local, apesar de as buscas terem sido suspensas devido às condições meteorológicas. Segundo escreve o Diário de Notícias, a aeronave caiu “numa zona montanhosa, a cerca de 25 quilómetros do aeroporto”. Esta é uma zona de acesso apenas por via terrestre e onde a visibilidade é baixa, devido ao tempo que se faz sentir no local.

Um pouco por todo o mundo, equipas desportivas, tal como o Benfica,bem como jogadores, estão a expressar a sua solidariedade para com os colegas de profissão e vítimas desta catástrofe. A equipa de futebol brasileira ia jogar a primeira mão da final da Copa Sul-Americana, encontro este que foi de imediato suspenso.

As causas do acidente ainda estão por apurar, sendo que se irá dar início agora a uma investigação.

A Associação Chapecoense de Futebol, da cidade de Chapecó (Santa Catarina), subiu em poucos anos desde o quarto escalão do futebol brasileiro até à série A (o "Brasileirão"), estando a viver uma fase de grande sucesso, e preparava-se para disputar a primeira final de uma competição internacional. #Brasil #Acidente de Aviação