Um júri americano ordenou a Samsung a pagar 119,6 milhões de dólares à Apple por violação de patentes de smartphones, bem menos do que a Apple tinha pedido, marcando uma grande perda para a dona do iphone, na última fase do litígio mundial entre as duas empresas .
Durante o julgamento de um mês de duração, num tribunal federal dos Estados Unidos em San José, Califórnia, a Apple acusou a Samsung de violar patentes em recursos do smartphone , incluindo a busca universal. A Samsung negou a irregularidade. Na sexta-feira , o júri considerou que a dona da empresa sul coreana tinha infringido duas patentes da Apple.
A Apple e a Samsung têm lutado a nível mundial há três anos nos tribunais. Os jurados decidiram –se por uma indemnização de cerca de 930 milhões de dólares à dona do iphone depois de um julgamento em San José em 2012 , mas a Apple não conseguiu convencer o juiz distrital dos Estados Unidos Lucy Koh a emitir uma restrição permanente contra a venda de telefones da Samsung nos Estados Unidos.
Alguns observadores da indústria vêem a disputa judicial em curso como uma tentativa da Apple para reduzir a rápida ascensão de telefones com software android da rival Google. A Samsung foi de longe a marca que mais uso fez da plataforma operativa.
" Embora este veredicto seja enorme para os padrões normais, é difícil considerar este resultado como uma vitória para a Apple. Este montante é inferior a 10 % do valor que a Apple solicitou , e provavelmente não ultrapassa em muito o que a Apple gastou ao litigar este caso " , disse Brian Love, professor assistente na Faculdade de Direito da Universidade de Santa Clara.
"A Apple lançou esta campanha litigiosa há uns anos atrás, com a esperança de atrasar o crescimento meteórico de fabricantes de telefones Android. Até agora não conseguiu fazê-lo, e neste caso, isso também não vai acontecer " , disse Love.
O caso mais recente envolve cinco patentes da Apple que não estavam em causa no julgamento de 2012 e que se referem a recursos do iPhone tais como deslizar para desbloquear e tecnologia de busca . A Apple tinha tentado proibir as vendas de vários telefones da Samsung, incluindo o Galaxy SIII, e queria um pouco mais de 2 biliões em danos.
Cabe agora a Koh decidir se a proibição de vendas se justifica, embora os juristas digam ser improvável. "Uma restrição é extremamente improvável ", disse Michael Carrier, professor da Rutgers Law School. " O Circuito Federal estabelece um patamar elevado . "
Respondendo ao veredicto , a Apple disse que a decisão reforçou a sua ideia de que " a Samsung deliberadamente roubou as nossas ideias e copiou os nossos produtos." Representantes da Samsung não estiveram imediatamente disponíveis para comentar o assunto.
O défice em danos para a Apple levou alguns especialistas a questionar-se novamente se litígios sobre patentes entre as maiores empresas do sector da tecnologia, que têm vindo a aumentar nos últimos anos, foram uma estratégia viável.
Os críticos dizem que litígios de patentes podem ser abusivas e podem dificultar a inovação . Os seus defensores dizem que o litígio ajuda os inovadores a protegera sua propriedade intelectual e a beneficiar disso.
"O que o veredicto mostra é que as patentes da Apple não tiveram um papel significativo nas decisões de consumo ", escreveu o Carrier. " Será que as guerras intermináveis de patentes de smartphones, que custam milhões e colocam o foco na sala de audiências , em vez de no laboratório de inovação, valem a pena. "
Durante o julgamento, a Samsung argumentou que a Apple tinha exagerado consideravelmente sobre a importância de seus recursos de iphone patenteados ; a Apple disse que a Samsung não poderia ter competido no mercado de smartphones , sem copiar injustamente o produto principal da Apple.
No julgamento, em San José, o júri considerou que a Samsung tinha infringido duas patentes da Apple. O juiz havia decidido antes do julgamento que a Samsung tinha violado uma terceira patente. O júri também descobriu a Apple tinha violado uma das patentes da Samsung.
A Samsung , que tinha alegado 6 milhões de dólares em danos, recebeu 158,400 dólares.
Durante o julgamento, as duas empresas também discutiram sobre como o trabalho da Google no software utilizado em telefones Samsung , Android, afecta pedidos de patentes da Apple.
A Google não era um réu no caso , mas no julgamento, a Samsung frisou que algumas dasfuncionalidaes que a Apple alegou serem suas, foram realmente inventadas pela Google , e chamou alguns executivos da Google a testemunhar em seu nome.
A Apple disse que a Google não deve afectar a forma como os jurados analisaram a responsabilidade da Samsung, em parte, porque a Google concordou em reembolsar uma parte dos custos da Samsung.
Após o veredicto, os advogados da Apple argumentaram que os jurados tinham cometido um erro técnico na concessão de indemnizações à Apple numa patente que cobre um dos telefones da Samsung .Koh ordenou aos jurados que voltassem na segunda-feira para resolver esse problema , o que pode aumentar os danos da indemnização à Apple em algumas centenas de milhares de dólares.