A economia portuguesa cresceu 0,6% no segundo trimestre de 2014. Segundo o Instituto Nacional de Estatística, o PIB português continua em trajectória de subida, tanto no crescimento em relação ao trimestre anterior, como no crescimento homólogo (em relação ao segundo trimestre de 2013), que foi de 0,8%. O aumento das exportações foi um dos principais factores a explicar o relativo bom resultado. Contudo, verifica-se uma desaceleração em relação ao primeiro trimestre, quando o crescimento do PIB havia sido de 1,3%. O INE explica este facto pela quebra no investimento e também pela redução da procura interna.



Estes números vêm reflectir o comportamento de Portugal, da sua economia e das suas finanças públicas perante o resgate financeiro da Troika, terminado (salvo alguns detalhes) no passado mês de Maio.

Publicidade
Publicidade

Da mesma forma, a Grécia ainda não conseguiu retomar o crescimento (embora esteja mais próximo de o conseguir) e também está ainda longe de terminar o seu programa de assistência.



Quanto às previsões para o terceiro trimestre, é ainda prematuro - mas, no que depender da economia sazonal associada ao sol e ao calor, seguramente que os resultados não serão muito positivos, pois o Verão do hemisfério norte não se tem mostrado. Além disso, os resultados do segundo trimestre terão ainda de ser confirmados, pois baseiam-se na chamada "estimativa rápida", e em Setembro será divulgado um novo conjunto de informação já baseado no Sistema Europeu de Contas 2010. O governo mantém a sua previsão de crescimento do PIB de 1,2% para o ano de 2014, o que continua a parecer bastante optimista.



As boas notícias continuam com a descida dos juros em todos os prazos: a 2 anos, descem para 0,701%, a 5 anos descem para 2,095%, e a 10 anos para 3,586%.

Publicidade



E para muitos portugueses, as boas notícias continuam ainda pelo facto de se tratar não só de um dia feliz na história de Portugal - é o 629º aniversário da batalha de Aljubarrota - mas também por ser o primeiro dia de um fim de semana prolongado, com o feriado religioso de 15 de Agosto, e também, para muitos de início de férias.