A novela do caso BES continua a dar que falar. Segundo notícias recentes, foram detectadas transferências de muitos milhões de euros para contas offshore dias antes de Ricardo Salgado anunciar a sua retirada da direcção do Banco. Notícias de crime são agora detectadas e esta designada "descida do céu ao inferno" da situação BES, como muitos querem chamar, parece ter começado há já algum tempo, mais precisamente em 2008. A existência de contas falsas, valorização e desvalorização em bolsa, transferências de elevadas quantidades de euros, nada disto pareceu estranho ao Banco de Portugal. Do ponto de vista da pessoa comum que não se encontra a par de todos os detalhes, o que acontece é caso de polícia, desfalque, burla, desvio, roubo, informação privilegiada, crime, ou como lhe queiram chamar.

Publicidade
Publicidade

De tudo isto o Banco de Portugal teve conhecimento.

Não punir as pessoas e organizações envolvidas, é mais um factor de descredibilização do povo português, pois todas as instituições envolvidas vão ficar afectadas como cúmplices de algo que põe em causa a vida e a situação financeira de milhões de Portugueses.

A CMVM e o Banco de Portugal já têm a sua reputação afectada e temo que se prove a sua cumplicidade. O facto de uma outra entidade vir a público expor transferências de milhões para contas offshore e afirmar a existência de crime, coloca estas duas entidades como meros espectadores, não tomando a iniciativa de tentar pelo menos investigar e informar os portugueses do que se passou.

Mas quem perdeu ou ganhou com isto? Trata-se de uma pergunta que possivelmente nunca terá resposta, pois ninguém está interessado em esclarecer, nem mesmo a comunicação social ou as entidades tidas como defensoras do consumidor; o que se vê é um enrolar, um tentar falar a não levantar polémicas que levem a que sejam questionados posteriormente.

Publicidade

Ontem assisti um pouco a uma reportagem sobre este caso e não vi ninguém falar claramente, davam a sua resposta sempre com um pé atrás. Temos medo de quê? De dizer que ouve crime? Claro que ouve crime.

Onde tem estado o homem mais poderoso de Portugal nestes últimos 5 meses? E como foi possível este homem ter tanto poder? #Negócios