O Novo Banco lançou nova estratégia para captação de depósitos através dos Piggy Pops. A medida visou o encorajamento dos mais novos a pouparem para concretizarem os seus desejos imediatos e futuros. A estilista Agatha Ruiz de la Prada assumiu um papel importante relativamente à decoração usada nos porquinhos-mealheiro: as nuvens são consideradas um marco no início do seu percurso profissional enquanto designer e fazem parte da decoração dos mealheiros desta campanha. O banco deu assim continuidade a uma parceria existente entre ambos.

"A decoração dos porquinhos dita também o mote para o conceito criativo da campanha de comunicação: Sonhar e poupar com os Piggy Pops é muito bom.

Publicidade
Publicidade

Com início a 15 de dezembro, a campanha conta com merchandising no ponto de venda, rádio, televisão, cinema, exterior e digital. Os Piggy Pops lançaram também um novo single com um videoclipe "Sonhar e Poupar é muito bom" que pode ser visto no site do banco", diz o comunicado do Novo Banco.

O Novo Banco lançou no mês passado uma nova linha de crédito, em que disponibilizava 150 milhões de euros para o apoio às Pequenas e Médias Empresas (PMES). Agora a Poupança NB Júnior surgiu como um convite para "os seus clientes a escolherem o seu Piggy Pop preferido (disponível em 6 cores) na subscrição ou primeiro reforço com €100 numa Solução de Poupança", diz o comunicado, acrescentando que "as soluções de poupança para os mais novos rendem como as dos grandes e podem ser feitas ao ritmo mais adequado a cada um: com total flexibilidade e entregas programadas ou com entrega única e taxas crescentes.

Publicidade

Ajudar é muito importante. Por isso, por cada mealheiro entregue, o Novo Banco contribui com €1, até ao máximo de €15.000, para a Make a Wish realizar desejos de outras crianças".

Interesse na compra

Recorde-se que este foi considerado o "banco na hora", que surgiu quando o Banco de Portugal separou o BES em banco bom e banco mau. Os ativos tóxicos ficariam no BES, enquanto o BES bom teria a nova identidade de Novo Banco. O momento de tensão registado na altura, devido a possíveis problemas financeiros do BES, deu lugar a um comunicado do Banco de Portugal que informava que "nada mudaria para os clientes. Os clientes poderiam realizar todas as operações como habitualmente sem perturbações". "Foi efectuada a alteração do nome do banco, com o símbolo de uma borboleta, e toda uma mudança de "fachadas dos mais de 600 balcões por todo o país, alargando-se em paralelo a todos os outros suportes de comunicação […] foi necessário desenvolver uma nova marca, com novos valores e atributos, um novo posicionamento e uma nova identidade", explicou o banco.

Publicidade

Um claro processo de reestruturação pensado pela instituição financeira. Ainda numa fase de apuramento de responsabilidades relativamente ao que levou ao desmoronamento do Banco Espírito Santo, esta nova marca tenta singrar no mercado.

Entretanto, existiu já interesse da Chinesa Fosun e do BPI no Novo Banco. As reacções não se fizeram esperar, verificando-se uma queda das acções do BPI para 1,183 euros. "O conselho de administração do Banco BPI, tendo presente a divulgação do anúncio e dos termos e referência do procedimento relativo à alienação do Novo Banco, que prevêem como primeira fase do mesmo a 'Fase de Manifestações de Interesse', deliberou que o Banco BPI se apresente a essa primeira fase, entregando a correspondente Manifestação de Interesse", referiu o comunicado da instituição bancária liderada por Fernando Ulrich no site da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM). As declarações de interesse para uma aquisição do Novo Banco devem ser entregues até ao final do ano. #Negócios