Segundo documentos inéditos que podemos encontrar no Repositório temático da Universidade do Porto, depois da descoberta do Brasil por Pedro Álvares Cabral, a monarquia passou a contar com uma parte do ouro explorado no Brasil. No entanto, muitas são as referências ao mesmo. Mas afinal quando chegou esse ouro a Portugal? Onde foi utilizado? Quem o utilizou e em que circunstâncias?

Após a descoberta da colónia brasileira, a mesma ficou encarregue de pagar impostos à Coroa Portuguesa, muito deles pagos através da produção açucareira. No entanto, em meados do século XVII, quando D. João V era Príncipe do Brasil, essa produção sofreu uma séria crise, obrigando a antiga colónia a procurar novos territórios e novas formas de pagamento.

Publicidade
Publicidade

Foi nessa altura que se passaram a pagar os impostos através de ouro, levando mesmo a um período de grande emigração portuguesa para o Brasil, sendo o século XVIII o período áureo da exploração desse metal, enviado em grandes quantidades para Portugal. Chegaram mesmo a vir para Portugal, durante alguns anos, mais de vinte toneladas de ouro, isto já no período em que D. João V reinava. No entanto, coloca-se aqui a questão, onde foi empregue esse ouro?

Muito desse ouro, infelizmente, foi utilizado para o enriquecimento de algumas famílias, outra parte para o enriquecimento temporário das finanças do Estado, enquanto outras partes foram utilizadas para muitos outros assuntos. Exemplo dessa utilização de ouro foi a construção de alguns edifícios, como é o caso do Palácio Nacional de Mafra e o Palácio dos Governadores no Rio de Janeiro.

Publicidade

No entanto, também foi utilizado nos problemas europeus, como a defesa da Europa contra os Turcos e a guerra da sucessão de Espanha. Ainda outra parte partiu para acordos políticos estabelecidos, como foi o caso de Portugal e Inglaterra. Concedemos grandes privilégios e liberdades aos britânicos no comércio com o Brasil e Índia. Segundo algumas teses de historiadores, como é o caso de João Santos, podemos afirmar que o nosso ouro brasileiro contribuiu mesmo para que o sistema bancário inglês se tornasse no principal centro financeiro da Europa.

Resumidamente, não podemos esquecer que recebemos durante séculos 20% do ouro explorado no Brasil, ao que a restante parte era aplicada na Colónia Portuguesa. #Negócios #História #Curiosidades