A revelação de números por parte do Banif, na passada sexta-feira, dia 7, revelou que cinco #Bancos portugueses apresentaram no primeiro semestre deste ano (entre os meses de janeiro ao de junho) lucros globais com uma quantia de 483,6 milhões de euros. As cinco instituições bancárias abarcadas nestes dados são: o Banco BPI, o Banco Comercial Português (BCP),o Banif, a Caixa Geral de Depósitos (CGD) e o Santander Totta. Estes dados revelam um aumento notável dos lucros destas organizações na ordem dos 534%, valores esses que são seis vezes superiores aos registados durante o primeiro semestre de 2014. De acordo com o Dinheiro Vivo, os resultados apresentados, curiosamente, contrastam com os do ano anterior, no qual se observou um prejuízo que ronda os 76,3 milhões de euros..

Publicidade

Publicidade

Ainda de acordo com a mesma fonte, o Banif anunciou a obtenção de resultados líquidos de 16,1 milhões. Neste caso em particular, observa-se um aumento dos ganhos, visto que no ano anterior esta mesma entidade teve prejuízos que levaram à perda de 97,7 milhões de euros.

No entanto, no que toca ao número de trabalhadores destes cinco bancos, todos tiveram uma redução de pessoal no seu quadro de efetivos. O BCP e o Banif foram aqueles que mais quebras tiveram nesse aspeto, o primeiro com menos 752 funcionários e o segundo com menos 713. Todos os cinco bancos registaram, no total, a perda de 2.028 trabalhadores.

No caso do Novo Banco, este ainda não apresentou os seus resultados referentes ao primeiro semestre de 2015. Entretanto, a escolha do vencedor que irá comprar esta entidade bancária está a aproximar-se. De acordo com o Jornal de #Negócios, o Banco de Portugal referiu que, apesar de terem sido entregues três propostas (da parte da Apollo, Anbang e Fosun), uma das ideias sugeridas foi melhorada antes da data-limite para entrega de propostas (data essa que foi a 7 de agosto, às 17h00)..

Publicidade

O Banco de Portugal irá avaliar as três propostas avançadas pelos candidatos e, eventualmente, será conhecido o vencedor.