Há cerca de três anos David Mendes desenvolveu o jogo “Quinto Império”, considerado um dos jogos mais fascinantes alguma vez criados no país, e nunca mais parou. Agora, o antigo professor de #História do concelho de Pombal, distrito de Leiria, acaba de lançar mais dois projectos, um deles em colaboração com os ilustradores Daniel Souto e Eduardo Porto. O objectivo é que aqueles jogos de estratégia educativos sejam ferramentas ao serviço da #Educação, mas também marcas de referência no mercado nacional e internacional. Pelo meio, desenvolveu igualmente dois “puzzles” sobre a temática da História e Cultura portuguesa e no mundo: “Convento de Cristo, Tomar” e “Reis de Portugal, a Dinastia de Borgonha ou Afonsina”.

Publicidade
Publicidade

Com 28 anos, David Mendes foi premiado no desafio Ousar 2012, um concurso português de ideias de #Negócios, com o “Quinto Império”. O seu primeiro jogo foi eleito o melhor jogo nas categorias geral e familiar no Festival Playing Leiria 2012 e desde então passou a ser utilizado por vários professores e alunos em Portugal. Um projecto da marca "Pythagoras", criada por David Mendes, que detém a loja "Ran Tan Plan", em Pombal. 

Agora surge nos pontos de venda de todo o país o “Millions, o último soldado”, que narra a história do destemido soldado Milhões e a sua aventura contra o exército alemão. “A história do jogo, uma parte verdadeira , outra ficcional, pretende acima de tudo dar a conhecer e perpetuar a vida e história de Aníbal Milhais, herói nacional”, conta David Mendes à Blasting News.

Publicidade

Na opinião daquele autor e designer game, “a narrativa da ilustração das cartas foi desenvolvida por forma a explicar e transmitir vários curiosidades sobre a primeira Guerra Mundial e a participação de Portugal neste conflito”. “É um jogo inteligente e divertido que promete mudar os jantares de família e serões de amigos”, adianta, acrescentando que “se trata de uma justa homenagem a Aníbal Milhais e todos os heróis anónimos que serviram e combateram pelo exército português”.

Por outro lado, um outro jogo procura reviver e ensinar sobre a Batalha de Aljubarrota e as suas principais curiosidades, sendo acompanhado por um manual educativo ilustrado. Apoiado pela Fundação da Batalha de Aljubarrota, o projecto põe os jogadores a encarnarem o papel de D. João I de Portugal, ou D. Juan I de Castela, “num duelo rápido, electrizante e inteligente”, refere David Mendes, para quem “o vencedor é o jogador mais rápido a colocar todas as cartas de exército no campo de batalha”. Trata-se de um projecto do "Joyco", um estúdio criativo de David Mendes, Daniel Souto e Eduardo Porto, instalado na incubadora de empresas da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD).