O ISCTE-Instituto Universitário de Lisboa (ISCTE-IUL) celebra na próxima segunda-feira, dia 15 de Dezembro, o seu 42º aniversário. Para assinalar a data, terá lugar no Grande Auditório da instituição universitária uma cerimónia comemorativa, que contará com extenso programa. O início do evento está agendado para as 16.30 horas. Fundada em 1972, com a designação de Instituto Superior de Ciências do Trabalho e da Empresa (ISCTE), a universidade lisboeta adquiriu em Maio de 2009 o estatuto de Fundação Pública de direito privado, ano em que alterou igualmente a sua denominação para ISCTE-IUL.

De entre os vários pontos que constam no programa, destaque para as intervenções do Reitor da instituição, Professor Doutor Luís Antero Reto, do Presidente do Conselho Científico, Professor Doutor José Rebelo, e do Presidente do Conselho Pedagógico, Professor Doutor José Luís Saldanha. Além das referidas intervenções, a cerimónia consiste ainda na entrega de insígnias aos novos doutores (ano lectivo 2013-14), nos prémios pedagógicos de docentes (2014), prémios Caixa Geral de Depósitos e prémios Excelência Académica, entre outras distinções.

O ISCTE-IUL, que conta com nove centros de investigação, situa-se na Avenida da Forças Armadas, em Lisboa, e conta actualmente com cerca de 9000 estudantes, 400 docentes e 200 funcionários não docentes. Ao nível da oferta educativa, o Instituto é constituído por 4 Escolas (Tecnologias e Arquitectura, Sociologia e Políticas Públicas, Ciências Sociais e Humanas e Gestão) e 16 departamentos. Em termos gerais, a universidade apresenta 16 licenciaturas e mestrados integrados, 95 mestrados e pós-graduações e 19 programas doutorais. Vários nomes da vida pública e política portuguesa realizaram a sua formação académica (ou parte da mesma) no ISCTE, como são os casos de Manuel Carvalho e Silva (ex-dirigente da CGTP-IN), Augusto Santos Silva (político, professor universitário e ex-ministro socialista) e Maria de Lurdes Rodrigues, ministra da #Educação entre os anos de 2005 e 2009.