O mandato da coligação PSD/CDS não vai por certo ser esquecido tão depressa no sector da #Educação. Nuno Crato, homem da ciência, um independente, não deixa saudades e quase deita por terra uma área fulcral para qualquer país: a formação da sua mão de obra e dos recursos humanos do amanhã! As falhas foram mais do que muitas, algumas delas de palmatória, graves e que vão custar a reverter. O próximo Executivo (de António Costa) vai ter muito trabalho para reunir os cacos a que o desnorte de Crato remeteu a escola pública. Falta de professores, menos escolas, menos alunos, muito piores condições de ensino, exames absurdos em idades precoces, municipalização de um sector nevrálgico para qualquer país... A lista de horrores continua, mas o pior de tudo foi o retrocesso a que a escola pública foi remetida.

Crato trouxe de volta à escola a dicotomia "aluno rico vs aluno pobre"

Uma escola de recurso para quem não tem dinheiro para pagar colégios privados, o "examezinho da quarta classe" a lembrar tiques de tempos idos e que não deixam saudade. Um chorrilho de asneiras foi o que Crato andou a fazer durante quatro anos. Mas, pior do que tudo, foram as experiências a que anda a sujeitar uma geração de crianças que mal têm tempo para respirar. O obsessivo cultivo do sucesso desde tenras idades, o "aluno bom vs aluno mau", a comparação da notas e a obsessão pela avaliação. Um vasto leque de razões que candidatam Nuno Crato ao lugar de pior ministro da Educação da história da democracia portuguesa. Pobres das nossas crianças que sofreram nas mãos de Crato erros de um ego que nunca devia ter chegado onde chegou.

Se Crato veio com a missão de destruir a escola pública, teve um êxito quase completo

Não quero acreditar que, sendo Crato um académico, tenha vindo com a missão de destruir a escola pública e enfatizar a primazia dos colégios privados. Mas que fez muito bem o papel, isso é inegável. Recomendaria a António Costa que olhasse bem para a Educação e corrigisse os disparates que este ministro andou a fazer. E que desfizesse tamanho rol de enganos. Mas é capaz de levar mais de quatro anos a reconstruir o estrago feito pelo senhor Crato...

A Educação não merecia um tratamento assim, muitos menos as nossas crianças... #Governo