Hoje celebra-se o “Dia da Internet Mais Segura: Juntos vamos criar uma internet melhor!” Em sintonia com a data desenvolve-se um seminário relacionado com o tema, sob a alçada da Direcção-Geral da #Educação e inserido no projeto SeguraNet. A Escola Básica e Secundária Quinta das Flores/Conservatório de Música, em Coimbra, é o palco escolhido para a iniciativa. O Secretário de Estado do Ensino Básico e Secundário, Fernando Egídio Reis, marcará presença, tal como Jaime Carvalho Silva, coordenador do Centro de Competências TIC SoftCiências, e os diretores Manuel Rocha e Ana Margarida Marques do estabelecimento de ensino, que compõem o restante painel das 09h30 às 17h00.

A utilização de uma rede mundial, que interliga milhões de computadores, levanta questões relacionadas com o método consciente e responsável de utilização da tecnologia, por crianças e jovens, não só em Portugal, mas por todo o mundo. Os objetivos do projeto incidem sobre o método adequado de navegação na internet, questões de segurança, crítica e esclarecimentos para a comunidade educativa. É organizado, em Fevereiro de cada ano, “para promover uma utilização crítica e responsável da tecnologia e dos dispositivos móveis”, confirma Lígia Azevedo da Equipa SeguraNet.

Os pais, professores e encarregados de educação podem associar-se neste dia, para tal a organização convidou todas as escolas a desenvolverem atividades relacionadas com assuntos como segurança digital. Para tal, a SeguraNet, na sua página de Internet, disponibilizou uma área para sugestões e um formulário de registo. Os desafios foram dirigidos aos 2º e 3º ciclos. “Neste momento temos o registo de cerca de 100 escolas”, acrescentou Lígia Azevedo.

Tentamos perceber também junto da entidade competente qual a magnitude de uma ação deste género de ano para ano: “A iniciativa envolve anualmente 50.000 participantes.” A sensibilização a toda a população portuguesa, segundo indicado por esta entidade, resume-se essencialmente a ações através dos “canais do Ministério da Educação e Ciência”.