Estudar sobre o planalto tibetano ao norte do Himalaia e as espécies de aves ameaçadas na província de Quinghai na China; concluir um curso de treino de mergulho e aprender sobre o Oceano Índico, recifes e ecologia em Madagáscar ou mergulhar e fazer monitorização de recifes e tartarugas no Centro de investigação Akumal no México - As opções existentes são imensas e não estamos a falar em agências de viagens com planos exóticos, mas sobre "viagens de estudo" de uma forma totalmente inovadora e que está presente pela 'Operation Wallacea' em Portugal.

O que é a 'Operation Wallacea'? Segundo explicou o diretor José Miguel em Portugal, "muito sumariamente a 'Operation Wallacea' é uma organização internacional, com mais de 20 anos, formada por uma vasta rede de académicos, que conduz projetos científicos sobre biodiversidade e implementa programas de conservação ambiental." Estas viagens são estruturadas para os estudantes e variam de duas a oito semanas de acordo com a localização. Os estudos e pesquisas decorrem em locais exóticos e remotos de 14 países, desde a Indonésia às Ilhas Galápagos, passando pela Amazónia até Madagáscar, estando aberto à participação paga de jovens e estudantes do ensino universitário, secundário e de professores.

Para ajudar na conservação ambiental existe, em colaboração com a 'Operation Wallacea', a 'Opwall Trust'. A Fundação participa na recolha de fundos para aplicar em projetos de angariação ambiental. As expedições científicas pagas pelos alunos servem para financiar toda a estrutura operacional da 'Operation Wallacea' necessária à investigação. Todo o dinheiro angariado pela Fundação é integralmente aplicado nos projetos de conservação e não em despesas operacionais.

Trabalhando desde janeiro deste ano em Portugal, a organização deu a conhecer, entre os dias 4 e 8 do mês de maio, o seu empreendimento e expedições com a presença da investigadora e diretora operacional do projeto de investigação em Madagáscar. As apresentações dos trabalhos sobre expedições foram realizadas em algumas escolas do Porto e tiveram bastante sucesso. Em Aveiro houve no dia 4 de maio a palestra "Conservação da #Natureza com base em voluntariado no Nordeste de Madagáscar" no espaço Trilhos da Terra, com o objetivo de apresentar a 'Operation Wallacea' e mais especificamente o trabalho de investigação e conservação com base em voluntariado.

As escolas e universidades que estiverem interessadas em participar das expedições projetadas pela 'Operation Wallacea' devem contatar José Miguel, através da página da organização em Portugal. Estas são oportunidades únicas de aprender, conviver e "trabalhar" com diferentes cientistas e investigadores de todo o mundo. E, concluindo pelas palavras de José Miguel, é, "sem dúvida, uma experiência cultural e educativa tão intensa que nunca mais irão esquecer." #Educação #Ambiente