Com a constante dificuldade em ver o mercado de trabalho crescer em Portugal, emigrar e procurar uma experiência profissional no estrangeiro acaba por ser uma alternativa bastante válida. As ofertas existem e para quem acabou de se licenciar, esta pode ser a melhor forma de começar a enriquecer o seu currículo para um posterior regresso ao seu país natal. Neste artigo vamos falar sobre uma alternativa chamada Dublin, onde iremos apresentar algumas hipóteses e as suas mais-valias para quem pondera iniciar a sua vida laboral no estrangeiro. Existem dezenas de empresas multinacionais sedeadas em Dublin e a diversidade cultural dos seus colaboradores é encarada como um fator positivo, que potencia o seu crescimento e diferenciação no mercado.

Como é de esperar, a fluência na língua inglesa é obrigatória e sem a qual nem vale a pena iniciarmos a procura de emprego em qualquer cidade pertencente ao Reino Unido. Um dos pontos bastante favoráveis para optar por Dublin é a proximidade com Inglaterra, pois crescer profissionalmente numa multinacional ali sedeada é meio caminho para se conseguir um emprego de maior reputação na capital inglesa.

Estando a viver na Irlanda, a adaptação à cultura e realidade britânica acaba por ser menos brusca do que em qualquer uma das grandes cidades inglesas, o que ajuda, e muito, qualquer jovem inexperiente. No entanto, ninguém deve ficar surpreendido com o valor das rendas, que por norma rondam os 1000€ e não são uma boa opção para quem ainda não tem em perspetiva um emprego com boa remuneração. Neste caso é aconselhável procurar um hostel para as primeiras semanas ou arrendar um quarto.

No que às ofertas de emprego diz respeito, podemos destacar a Google que tem mais de 150 ofertas em aberto em áreas tão diversas como: tecnologias de informação, analistas de negócio, controlo de qualidade e gestão comercial. No entanto o setor hoteleiro é o que mais ofertas disponibiliza, onde encontramos o grupo internacional Hilton Worldwide a requisitar rececionistas, ajudantes de cozinha, assistentes de restauração ou auditores. Também o Marriott tem sensivelmente duas dezenas de vagas por preencher, que passam por assistentes de atendimento ao cliente, supervisor de restauração, assistentes administrativos, cozinheiros ou empregados de mesa. O leque de ofertas de #Recrutamento é de facto vasto e pode ser facilmente analisado através das redes sociais dedicadas à empregabilidade, ou mesmo em vários sites de emprego. #Carreiras