A Farfetch, empresa ligada ao comércio electrónico no sector da moda de luxo, e com escritórios em Portugal, conta neste momento no seu website com mais de 30 ofertas de emprego só em Guimarães e no Porto. As profissões ligadas às tecnologias de informação são das mais requisitadas, mas ainda existe lugar para outro tipo de profissionais, como fotógrafos, editores de fotografia, estilistas, profissionais de logística ou tradutores. Em geral, e pelo carácter global da empresa, esta normalmente exige fluência em inglês.

Note-se que o desenvolvimento de toda a plataforma informática, bem como os serviços financeiros, gestores de conta e parte do serviço ao cliente, está centrado em Leça do Balio, Matosinhos. Já a parte de fotografia e catalogação é realizada nas Caldas das Taipas, em Guimarães.

Para além de Portugal, a empresa está ainda a recrutar para Londres, Nova Iorque, Los Angeles, São Paulo e Japão, nas mais diversas áreas. A Farfetch emprega actualmente mais de 600 pessoas em todo o mundo, sendo que mais de 300 trabalham em Portugal. Esta é uma empresa formada por mais de 300 boutiques de moda independentes, localizadas nas mais diversas partes do globo e que se reúnem num único website. O seu modelo de negócio assenta nas comissões.

De acordo com informações do Expresso, o seu crescimento anual ronda os 100%, tendo facturado 300 milhões de euros só em 2014. A previsão para 2015 situa-se nos 450 milhões, e em 2016 pretende destronar a Net-a-Porter, actual líder mundial no comércio electrónico de moda de luxo.

A empresa foi fundada em 2008 pelo português José Neves, e desde então tem registado um enorme crescimento e vindo a recrutar centenas de profissionais. Foi avaliada em mil milhões de dólares em março de 2015, o que a levou a receber a designação de 'unicórnio' e a entrar no selectivo grupo das The Billion Dollar Startup Club, encabeçada bela Uber, e de onde fazem parte pouco mais de uma centena de startups de todo o mundo.

As candidaturas de emprego devem ser feitas em inglês e directamente a partir do website da empresa. Não se esqueça de incluir um e-mail válido e de seguir todo o processo através da aplicação jobvite. #Desemprego #Recrutamento #Carreiras