Entre o dia 1 e 31 de maio decorre a segunda fase de candidaturas à medida #Contrato-Emprego promovida pelo Instituto do Emprego e Formação Profissional, (IEFP), que visa a concessão, à entidade empregadora, de um apoio financeiro caso esta celebre contrato de trabalho com desempregados inscritos no IEFP.

Esta medida abrange os desempregados que estejam no mínimo inscritos há seis meses no IEFP. No entanto, caso tenha 29 anos ou menos, ou idade igual ou superior a 45 anos, só necessita de estar inscrito no centro de emprego há dois meses consecutivos para ser elegível. Segundo o regulamento disponibilizado pelo IEFP, os beneficiários de prestação de #Desemprego e de rendimento social de inserção também podem beneficiar deste estímulo.

Publicidade
Publicidade

Como é feita a candidatura?

Este processo cabe às empresas ou entidades empregadoras que tenham a necessidade de contratar novos colaboradores. O registo tem ser feito no site NetEmprego, onde na área pessoal de cada empresa deve ser registada a oferta de trabalho. Segundo o regulamento, as entidades empregadoras a quem esta medida está destinada são: o empresário em nome individual ou a pessoa coletiva de natureza jurídica privada, com ou sem fins lucrativos. Durante este período de candidatura, o IEFP revela que também é possível formalizar o pedido de prémio de conversão de contrato.

Objetivos da Medida Contrato-Emprego

Segundo a portaria que oficializa este apoio e o IEFP, a modalidade do Contrato-Emprego pretende prevenir e combater o desemprego, contribuindo para o apoio à criação real de postos de trabalho. Por outro, este incentivo concedido às empresas tem também como objetivo incentivar a inserção profissional de pessoas com maior dificuldade de integração no mercado de trabalho, promovendo a melhoria e a qualidade do emprego, através do incentivo vínculos laborais mais estáveis.

Publicidade

Durante este ano está previsto ainda um novo período de candidaturas; este decorre até ao final de maio. O próximo está agendado para o mês de outubro, segundo informação disponibilizada no site oficial do IEFP. Este ano, vários têm sido os incentivos à contratação; a política dos estágios profissionais também sofreu alterações, com novos incentivos e regras.

No que diz respeito ao Contrato-Emprego, aos empresários e interessados o IEFP recomenda a consulta do regulamento, bem como do guia de apoio ao preenchimento do formulário de candidatura. #Jovens