Quem nunca ouviu histórias ou lendas antigas? Aquelas que os nossos pais contam, que lhes foram contadas pelos seus pais, e a estes, por sua vez, pelos seus pais? E serão verdadeiras? Quão reais são essas lendas? Têm alguma coisa de verdade?

Há diversas histórias ou lendas, algumas vêm de séculos atrás, de outras eras, de tempos antes de Cristo, como o exemplo do fruto comido por Adão e Eva; em nenhuma passagem da Bíblia diz que o fruto comido por Adão e Eva no Jardim do Éden é uma maçã. O fruto é chamado o "fruto da árvore" (árvore do conhecimento do bem e do mal) e em nenhum momento a árvore ou o fruto são identificados.

Publicidade
Publicidade

O mito da maçã surge na Europa continental e vem de uma semelhança da palavra em latim: Malus=maus, malum = um mal, Malus = macieira e "mastro de um navio", malum = maçã (fruta).

Existem muitos outros mitos... Querem ver? Decerto, que utilizam a técnica de bater na madeira para afastar maus pensamentos, pois é… é também um mito. Este costume já tem séculos de existência e continua a ser muito usado. Bate-se três vezes na madeira e afasta-se a má sorte, dizem os antigos. A origem deste mito tem cerca de 4 mil anos e vem da América do Norte, onde os índios verificaram que o carvalho era a árvore mais atingida pelos raios. Os índios concluíram que a árvore em questão era a morada dos deuses na Terra, e sempre que se sentiam culpados por alguma coisa batiam no tronco dos carvalhos com os nós dos dedos para chamar os deuses e pedir perdão.

Publicidade

E quem nunca brincou com o jogo do copo? A lenda diz que nos Estados Unidos existe um brinquedo, a tábua de Ou-ija, tábua de madeira, que serve para comunicar com os mortos. Em Portugal, como em outros países, o jogo do copo era improvisado, usa-se um copo (de preferência virgem) e uma cartolina com o alfabeto desenhado e as palavras "sim", "não" e "adeus". A verdade é que não existe nenhum espírito que comunique através do copo.

Já todos nós conhecemos alguém que usava o preto como forma de luto pelo falecimento de algum ente querido. Porque o preto é usado como símbolo de luto? Este mito surge porque as pessoas tinham medo de fantasmas. A nossa igreja acreditava que os fantasmas espreitam os locais de um recente enterro a fim de encontrar um corpo vivo para invadir. A forma como essas pessoas se protegiam era pintar o seu corpo de branco de preto. Muito depois, as roupas pretas passariam a ser usadas como forma de luto.

E quem não tem receio de uma sexta-feira 13? Quem já evitou sair de casa, ou fechar um negócio ou tomar uma decisão importante numa sexta-feira 13? A sexta-feira 13 é vista como um dia de infortúnio e má sorte.

Publicidade

Diversas lendas assustam as pessoas que acreditam no destino e pressentimentos. A origem desta data pode estar relacionada com a Bíblia. Diz-se que Jesus Cristo foi crucificado numa sexta-feira, depois de ter celebrado a ceia com 13 pessoas. Mas esta não é a única explicação; conta-se que o rei Felipe IV de França, por se sentir ameaçado pela igreja, tentou filiar-se na ordem religiosa dos Cavaleiros Templários, mas a sua entrada foi negada. Depois disso, passou a perseguir os templários numa sexta-feira, dia 13 de Outubro de 1307. Existem outras explicações e desconhece-se qual é a verdadeira lenda. A única coisa que se sabe acerca desta data é que permanece ligada a maldições e assombrações. Se seguirmos os princípios da numerologia, o número 13 está ligado a um forte indício de boa sorte. Quem decide se o 13 é sinal de sorte ou azar somos nós próprios. #História #Curiosidades