Como é que um homem que bate na sua mulher/companheira/namorada pode ser um bom pai para os seus filhos quando destabiliza todo o ambiente familiar? Como é que um homem que bate na sua mulher/companheira/namorada pode ser um bom pai para os seus filhos quando deixa a mãe de alguma forma incapacitada para exercer o seu papel de mãe? Como é que um homem que bate na sua mulher/companheira/namorada pode ser um bom pai para os seus filhos quando sujeita as crianças a agressões e a assistir ao clima de violência doméstica que se passa em casa? Como é que um homem que bate na sua mulher/companheira/namorada pode ser um bom pai para os seus filhos quando destrói uma #Família e o amor que nela deveria existir?

Muitas vezes se ouve dizer que apesar de bater na mulher, de agredir a companheira e de ser violento, um homem pode ser um bom pai, porque se dá bem com as crianças e as trata bem.

Publicidade
Publicidade

Mas como pode isso ser possível se ao violentar a mãe está também a violentar as crianças pelo simples facto de lhes tirar uma infância tranquila e saudável? Muitas das vezes as próprias crianças são também vítimas de actos violentos, não deixando nunca de ser vítimas por assistirem, ouvirem e saberem do ambiente e do que se passa em casa entre os pais.

Não é possível uma criança viver de forma saudável quando sabe que a qualquer momento a sua mãe pode ir parar a um hospital ou pode ser morta pelo pai. Não é possível uma criança viver de forma saudável quando sabe que a seguir a uma discussão a mãe vai estar fisicamente debilitada e não vai conseguir estar bem consigo.

Será que se pode chamar pai a uma pessoa que sujeita os seus filhos a situações destas? Pai é aquela pessoa que deve proteger, deve dar amor, deve garantir uma educação e ambiente familiar estável.

Publicidade

Quando um homem destrói por completo esta estabilidade e o lar de uma criança não está a ser pai...está apenas a ser o progenitor dessa criança, está apenas a ser quem contribuiu para que aquela criança fosse formada. Para se ser pai é preciso mais que apenas dar doces e brinquedos ou tratar bem a criança quando se está com ela. Se um progenitor não garante ao seu filho um ambiente seguro (se uma criança não tem um ambiente seguro em casa onde mais o poderá ter?) como poderá ser pai e dar um bom futuro aquela criança?

Para não ferir as susceptibilidades de todos os (bons) pais deste país que não se revêem nas atitudes dos agressores, talvez se deva chamar, apenas e só, progenitores a quem é capaz de agredir uma mulher e pôr em causa o futuro dos seus filhos.