Chuchar é um gesto instintivo e natural nos seres humanos. Diversas ecografias mostram que os bebés começam a chuchar no dedo ainda no útero. Por ser um gesto inato, é normal que, mesmo depois de comer, os bebés continuem dispostos a chuchar e levem à boca tudo o que apanham: sejam fraldas, dedos ou mesmo brinquedos. Apesar de se tratar de um hábito que já está entrosado na nossa cultura, será vantajoso recorrer ao uso da chupeta?

O uso chucha pode trazer diversos benefícios ao bebé, pelo efeito tranquilizante e pela indução do sono originados pelo movimento de sucção. Outra das vantagens e um dos principais motivos para os pais darem a chupeta ao bebé é o alívio de dor quando, por exemplo, está com cólicas.

Publicidade
Publicidade

No caso dos bebés prematuros, o uso da chucha acelera o amadurecimento do reflexo de sucção, ajudando-os a abandonar a alimentação por sonda.

Por outro lado, estudos recentes demonstraram que chuchar continuamente favorece o aparecimento de otites no ouvido médio, devido ao exercício continuado de sucção. Também pode atrasar o desenvolvimento da linguagem, uma vez que ter chupeta na boca impede a vocalização e, inclusivamente, a partir dos 12 meses, se a criança continua a ter constantemente a chucha na boca, poderá ter mais dificuldade na aquisição da linguagem. Outro aspeto importante é a interferência do uso da chucha na amamentação. Isto acontece porque a chupeta e a mama requerem modos de sucção diferentes. Desta forma, se um bebé se habitua a chuchar na chupeta, pode atrapalhar-se quando está a mamar e, assim, não conseguir retirar o leite.

Publicidade

Também pelo facto de o bebé estar entretido com a chucha pode pedir para mamar menos vezes.

A utilização da chucha não é totalmente desaconselhada, contudo deve ser utilizada com moderação e apenas nos períodos em que o bebé tem necessidade de chuchar. Há que ter em atenção que só deve ser introduzida após um mês de vida e que é entre o primeiro e o segundo ano de vida que deve ser eliminado o hábito de a usar. De salientar que o choro do bebé costuma ter uma causa associada, por esse motivo é importante perceber o que está a provocá-lo e nunca utilizar a chucha como forma de abafar o barulho do choro. #Família #Curiosidades