Jamie Brewer quebrou barreiras! A estrela da série televisiva American Horror Story tornou-se na primeira modelo com Síndrome de Down a desfilar na semana da #Moda de Nova Iorque. O desfile teve lugar na passada quinta-feira, 12 de fevereiro. A atriz desfilou pela campanha de Carrie Hammer, "Role Models not Runway Models" (Modelos a Seguir e não Modelos de Passarela).

À revista USA Today, Jamie Brewer disse: "Raparigas jovens e até jovens mulheres...[veem-me] e dizem: "Hey, se ela consegue então eu também consigo". É uma verdadeira inspiração poder ser um modelo a seguir para qualquer jovem mulher (e encorajá-la) a ser quem é e a mostrar quem é." Jamie Brewer é uma atriz norte-americana, portadora de síndrome de Down.

Publicidade
Publicidade

Com 30 anos, é reconhecida pelos papéis na série americana American Horror Story, na qual representa vários papéis ao logo das temporadas. Na primeira temporada desempenha o papel de Adelaide Langdon, uma rapariga muito inteligente que brincava com os seus amigos fantasmas. Interpreta Nan, uma jovem bruxa, na terceira temporada, e Majorie, uma boneca ventrílica, na quarta temporada.

Carrie Hammer, a responsável pelo desfile, mostrou-se muito satisfeita por trabalhar com a atriz e disse mesmo que "A Jamie é uma estrela absoluta". O seu projeto convidou mulheres inspiradores para desfilarem nas suas peças. Assim, Jamie Brewer foi a escolha ideal, não só por ser portadora de síndrome de Down, mas também por ser uma ativista em prol de pessoas com deficiências intelectuais. O projeto já tinha tido sucesso no ano anterior quando a doutora Danielle Sheypuk se tornou na primeira mulher a "desfilar" numa cadeira de rodas, também no espetáculo da New York Fashion Week.

Publicidade

As roupas usadas no desfile foram especialmente desenhadas para cada uma das mulheres que participou no mesmo. O modelo usado por Brewer, um vestido preto com corte em trapézio, foi inspirado numa personagem desempenhada pela atriz na série American Horror Story. Para além de Jamie Brewer, o desfile contou com a presença de Shiza Shaid, co-fundadora do Fundo Malala, e com Kimberly Bryant, fundadora da Black Girls Code. #Famosos