Há um ano que Tatiana Filipa Ferreira Neves, de 20 anos, reagiu aos comentários que fizeram a uma das suas fotografias "artísticas" com um polémico vídeo. O falatório fez com que actualmente seja seguida por mais de 158 mil utilizadores no #Facebook, onde se assume como “bandida”. A jovem, natural de uma pequena aldeia do concelho de Pombal, no distrito de Leiria, não pára de fazer furor nas #Redes Sociais. Mais recentemente surpreendeu todos (ou não) com uma sessão fotográfica ao melhor estilo da “Playboy”.

Em entrevista à Blasting News, a jovem pombalense explica como se consegue um sucesso maior do que o de algumas figuras públicas.

Publicidade
Publicidade

“Tudo se consegue quando a força de vontade é maior”, diz, acrescentando que “uma vez que a sociedade começou a falar imenso de mim, eu aproveitei-me de tal para ir tirando mais umas fotografias que dessem que falar, e na verdade resultou, pois foram falando, falando e falando, até que acabariam por passar a mensagem uns aos outros”. Daí que tenha começado a fazer presenças em bares e discotecas, percorrendo todo o país, ganhando patrocínios e “algum dinheiro, apenas com umas fotos e umas brincadeiras”, frisa.

Manteve-se durante duas semanas seguidas no primeiro lugar dos assuntos mais falados no “Twitter”, o que levou alguma imprensa a acreditar que iria entrar na “Casa dos Segredos 5” da TVI. “Mas era tudo fantochada e invenção das pessoas”, explica, justificando desta forma como surgiu nas páginas de algumas conceituadas revistas a nível nacional.

Publicidade

Apesar dos seus 21 anos, Tatiana Neves afirma que sempre foi muito independente. Por tal, garante que conta com o apoio dos pais naquilo que faz. Refere que mostra à sua mãe o resultado de todas as sessões fotográficas que realiza, até porque “ela também entende de fotografia”. “Ambos sabem o que faço e não estão a favor nem contra”, conta à Blasting News, frisando que é “maior de idade” pelo que faz o que quer. Mais, assume-se como “modelo” e o que faz é o mesmo que qualquer modelo também faz.

Uma tese a que recorre para justificar o porquê de ter feito uma sessão fotográfica onde aparece sem roupa, ao melhor estilo da “Playboy”. Considera que mostrar o seu corpo “não é nada do outro mundo” até porque “qualquer outra modelo aqui ou mesmo no estrangeiro o faz”. “Basta ter a mente evoluída e não poluída”, afirma, realçando que apenas se mostrou tal como veio ao mundo.

Confrontada com o surgimento de outros jovens que tentam replicar o seu “fenómeno” nas redes sociais, Tatiana Neves reconhece que lhes acha “imensa piada”.

Publicidade

“Desde que eu, com uma brincadeira, comecei a ser falada e conhecida, todos tentaram fazer o mesmo para dar nas vistas e terem o mesmo mérito que eu”, diz à BlastingNews, concluindo: “Acabam na desgraça, infelizmente. Não sabem ser espertos e dar que falar”.

Quanto ao futuro da “bandida”, Tatiana Neves não sabe até onde vai chegar. “Nunca há um limite”, considera, acrescentando que “quando se quer algo vai-se até ao fim”. No entanto tem a expectativa de chegar a “outros países mais evoluídos” e ser uma “grande modelo”.