Ficamos a saber que o governo planeia o fim do programa de ajustamento financeiro e do resgate económico através de uma "saída à Irlandesa", ou seja sem um programa cautelar. Esta decisão, tomada a menos de 1 mês das eleições europeias vem tornar claro uma posição dos partidos presentes no governo. O interesse do país em primeiro mas também que vão para vencer nas europeias com a aliança Portugal

Os mercados estão agora mais confiantes em Portugal, os sinais de recuperação começam a ser evidentes e a oposição encontra-se agora numa posição difícil para não deixar a população a voltar a estar de lado na sua totalidade com os partidos do governo.

Publicidade
Publicidade

É certo também que as novas previsões apontam para uma percentagem de voto muito próxima entre o PS e o PSD/CDS, que com a continua recuperação da economia e com as boas noticias poderá significar uma vitoria da Aliança Portugal nas europeias e um governo estável e seguro até ao inicio das legislativas.

Apesar de ainda distantes, as eleições legislativas, vão ser afetadas por estas europeias, se o PS ganhar a oposição irá pedir eleições antecipadas e provocara um abanão na estabilidade politica, algo a evitar. Caso o PSD/CDS vençam ai a oposição sabe que as legislativas serão extremamente difíceis de conquistar e que a população voltou mais uma vez a confiar em quem a governa.

Caso para diz que tanto para Passos como para Seguro, apesar de distante, estas eleições influenciaram os debates e a  sua vida politica do próximo mês.

Publicidade