Portugal está na linha da frente no combate ao desemprego na União Europeia (UE). Os dados oficiais indicaram que o número de pessoas empregadas aumentou para 0,2% na zona euro, chegando aos 0,3% na UE, no terceiro trimestre, compreendido entre os meses de Julho e Setembro de 2014, comparativamente ao ano anterior, segundo as estimativas publicadas pelo Eurostat - autoridade estatística da União Europeia. Esta entidade foi criada em 1953 e tem por definição o fornecimento de "estatísticas à Comissão e às outras instituições europeias para que possam ser definidas, implementadas e analisadas as políticas comunitárias."

No mapa europeu os países que demonstraram subidas de empregabilidade, e consequentemente uma diminuição do número de desempregados, foram a Grécia (+1,7%), Lituânia (1,5%) e Portugal (1,4%).

Publicidade
Publicidade

O mesmo não ocorreu em outras zonas da união, em países como a Letónia (-1,7%), Malta (-0,8%), Finlândia (-0,3%) e Estónia (-02%), que registaram uma tendência oposta. Portugal surgiu em terceiro lugar no que concerne ao emprego. Para tal podem ter contribuído as acções do Governo Português, através do desenvolvimento de políticas relacionadas com o empregabilidade das quais fizeram parte os estágios profissionais financiados pelo Estado.

Em termos futuros ficou patente um compromisso: "O nosso desafio para o futuro reside na redução do desemprego, cuja taxa se mantém muito elevada", disse o Primeiro-ministro Passos Coelho no debate quinzenal, relacionado com "questões de relevância política, económica e social", na Assembleia da República.

O Boletim Económico do Banco de Portugal confirmou também uma recuperação e evolução face ao emprego, com indícios de uma perspectiva positiva num contexto de evolução que dependerá do restante contexto económico.

Publicidade

"Após apresentar uma recuperação superior à da atividade em 2014, o emprego deverá evoluir, ao longo do restante horizonte de projeção, globalmente em linha com a sua relação histórica com o PIB" de acordo com este mesmo documento de inverno.