A tentativa da Comissão Europeia para promoção do progresso e proteção sustentável dos cultivos levou à apresentação de uma proposta com uma lista de 77 substâncias de pesticidas que agora foi aprovada por especialistas na matéria para substituição. A análise exaustiva sobre o assunto surgiu de uma consulta com base num estudo encomendado pela Comissão a uma entidade independente. Cabe agora a cada autoridade nacional verificar quais as alternativas às aplicações de produtos fito-farmacêuticos e sempre que possível o recurso a não químicos. A utilização das substâncias identificadas não fica proibida, apenas o parecer da Comissão aceite remeteu esta matéria para uma esfera de decisão quanto a uma aplicação de determinados produtos que podem, ou não, em alguns casos virem a ser substituídos por outros seguindo essas mesmas indicações descritas.

Publicidade
Publicidade

"O estudo foi realizado pela Cadeia Alimentar Evaluati em consórcio (FCEC)” desde o mês de Janeiro até Julho de 2013, de acordo com o documento do estudo disponibilizado para confirmação da veracidade da informação. A pesquisa teve por base uma lista de 422 substâncias ativas que tinham sido aprovadas até 31 de Janeiro de 2013. “É uma lista de exercício preliminar de candidatos a substituição”, acrescentou o mesmo documento. 

Os pesticidas, como é de conhecimento geral, aplicam-se muito na produção agrícola para que as culturas não sejam destruídas por pragas ou doenças. A União Europeia regulamenta, qualifica e tem atenção aos critérios de propriedade de cada produto antes da sua colocação no mercado de pesticidas. Todo este processo foi desenvolvido por uma questão de saúde pública, animal e ambiental.

Publicidade

A base de dados de pesticidas Europeia pode ser consultada na página de Internet da Comissão Europeia, em segurança de comida, plantas e por fim na área criada para os pesticidas.

A “Comissão avalia cada substância activa antes de chegar ao mercado”, confirmou a informação adicional disponível na página da Comissão Europeia no que se refere a uma aprovação de substâncias ativas. #Natureza #Ambiente