Jovem de 26 anos morre após despiste de moto. O acidente aconteceu na madrugada de quarta-feira, 29 de julho. O corpo foi encontrado apenas ao início da manhã, cerca das 07h38, junto à estrada que liga Algoz a Tunes (Silves), por funcionários da recolha do lixo da Câmara Municipal de Silves.

A vítima, João Filipe Ventura, residia em Tunes, no concelho de Silves, em Faro. O jovem trabalhava em Albufeira e ia a caminho de casa na sua Honda CBR quando se despistou e embateu contra um poste.

Os funcionários da recolha do lixo da Câmara Municipal de Silves, que já se encontravam em trabalho e seguiam num camião, estranharam ao avistarem uma moto caída junto à estrada. De imediato pararam para tentar perceber o que se passava e acabaram por encontrar o corpo do jovem.

Segundo um dos funcionários, "o corpo já estava frio e duro, pelo que a morte teria acontecido há algum tempo", relatou ao Correio da Manhã. E na sequência do despiste, "o corpo ficou mutilado, sem uma perna".

O acidente fatal vem engrossar a lista de vítimas mortais nas estradas da região, segundo dados da Autoridade Nacional de Segurança Rodoviária (ANSR). A zona em que o jovem se terá despistado é já palco de vários acidentes graves, alguns mortais, numa zona de arbustos e árvores, que por vezes podem tirar a visibilidade na estrada.

As causas do despiste são ainda desconhecidas. O Núcleo de Investigação Criminal de Acidentes de Viação do Destacamento de Trânsito da GNR está a averiguar o que realmente se passou.

A GNR até à passada terça-feira, dia 21 de julho, registou 65.247 acidentes rodoviários, que provocaram 259 mortos, 1.152 feridos graves e 19.279 feridos ligeiros, segundo dados estatísticos da Autoridade nacional de Segurança Rodoviária. Registe-se que os acidentes mais graves aconteceram nos distritos do Porto, Lisboa, Coimbra e Faro. Já Bragança foi o distrito com o menor número de mortes este ano (2).

A condução sob o efeito do álcool e o excesso de velocidade continuam a ser as principais causas dos acidentes nas estradas portuguesas, indicam as autoridades rodoviárias. Estes são dados reunidos pela ANSR, obtidos pela PSP e pela GNR. #Acidente Rodoviário