"Hugo, não subas... Junta-te ao Preto e fica...". Foram estas as palavras proferidas pelo treinador Juvenal Brandão, quando falava com Hugo Silva e Ricardo Preto, dois dos defesas da sua equipa. O árbitro ouviu, achou que era racismo, e expulsou o treinador, perante incredulidade geral.

Aconteceu no passado sábado, no dia em que se comemorava a liberdade do 25 de Abril, quando sob a relva do Complexo Desportivo de Valadares, Vila Nova de Gaia, distrito do Porto, decorria a fase final do encontro entre o Valadares e o Aliados de Lordelo, a contar para a 32ª jornada da Divisão Elite, da Associação de #Futebol (AF) do Porto. A equipa de Lordelo tinha o jogo controlado, estando a vencer por duas bolas a uma, e o treinador resolve colocar mais um central em campo para segurar o resultado. A função coube a Hugo, que entrou, mas com as funções de lateral-direito, e cabia a Preto, seu colega na defesa, dar-lhe orientação para cumprir os desígnios do treinador, uma vez que Hugo atacava quando estava lá só para defender.

E eis que, por volta do minuto 75' da partida, o árbitro auxiliar, próximo do banco do Lordelo, resolveu avisar o treinador, depois deste voltar a chamar pelo seu jogador. "Mister, deixe de dizer isso porque é racismo". Quando Juvenal Brandão, mais preocupado com a táctica do que com os nomes dos seus jogadores, se apercebeu que o árbitro pensava que o insulto era dirigido ao avançado da equipa do Valadares, René, jogador africano natural do Burkina Faso, tentou explicar o que se passava, dizendo que Preto era o nome do seu central, repetindo várias vezes o nome do jogador para com o auxiliar.

Quem ouviu de longe, como foi o caso do árbitro da partida, João Martins, achou que era um acto racista, e acabou por expulsar o técnico, que não se conseguiu explicar, pois o árbitro queria seguir com o jogo. Revoltado e de fora do Complexo, Juvenal Brandão viu a sua equipa vencer na mesma o jogo, mas já avisou que vai interpor recurso para a Comissão de Disciplina da AF Porto, para que lhe anulem a suspensão.

O Aliados de Lordelo ocupa agora o 8º lugar da tabela, com 52 pontos, enquanto o Valadares está no 6º posto, com 54 pontos. O líder é a equipa tirsense do São Martinho, com 69 pontos.