O clássico entre o Sport Lisboa e #Benfica e o Futebol Clube do Porto terminou como começou, com um nulo. O mesmo não se pode dizer da relação entre os técnicos Jorge Jesus e Lopetegui que, no início do encontro, até se cumprimentaram com um aperto de mão. No final do encontro, Julen Lopetegui dirigiu-se até Jorge Jesus e até começaram por se abraçar, mas uma troca de palavras instalou a confusão. Já se sabe que foi o técnico portista que começou a troca de palavras e o que terá dito não agradou ao treinador dos encarnados. 

A confusão continuou até ao túnel que dá acesso aos balneários, onde a polícia teve de intervir e o técnico basco teve mesmo que ser segurado por Antero Henrique, director geral da SAD dos azuis e brancos. Na conferência de imprensa, Jorge Jesus afirmou que o que se tinha passado é normal e que "só quem não anda no futebol é que não percebe". Segundo o jornal Record, Lopetegui terá dito "se voltas a trocar o meu nome dou-te um murro", palavras que Jorge Jesus não percebeu à primeira, daí não ter reagido instantaneamente.

No final do encontro, depois da confusão entre os técnicos, assistiram-se a vários momentos de fair play entre os intervenientes de ambas as partes. Um dos momentos foi entre os guarda-redes, Júlio César e Helton, que deram um longo abraço e trocaram a camisola. Ricardo Quaresma, para além de dar um abraço a Júlio César e também dar a sua camisola ao guardião das águias, protagonizou um momento histórico com o treinador do Benfica. Os dois abraçaram-se e Jorge Jesus chegou mesmo a dar um beijo ao extremo portista de 31 anos.

Com este empate, a equipa dos encarnados vê agora mais perto a conquista do campeonato, precisando de ganhar 3 dos 4 jogos que restam, isto se a equipa do FC Porto não escorregar. O Benfica terá de defrontar, em Barcelos, a equipa do Gil Vicente, recebe o Penafiel, vai a Guimarães e na última jornada recebe o Marítimo. O FC Porto vai a Setúbal, recebe o Gil Vicente, vai a Belém defrontar o Belenenses e na última jornada recebe o Penafiel. #F.C.Porto