Depois de Asenio, Odegaard, Lucas Silva e Danilo, o #Real Madrid continua a apostar forte nos mais jovens para o próximo ano. O mais recente alvo do colosso mundial é Federico Valverde. O médio uruguaio de 16 anos destacou-se no recente Campeonato Sul-Americano de sub-17, facto que levou os "tubarões" europeus a interessarem-se pelo menino do Peñarol. Depois do Arsenal ter oferecido 3,5 milhões de euros, Florentino Pérez subiu a parada e chegou aos 6 milhões mais 3 por objectivos. Federico é, juntamente com Jonathan do Benfica, considerado como a nova estrela do futebol uruguaio.

Os ecos do interesse merengue em Federico Valverde foram emitidos em primeira instância pela Rádio Universal de Montevideo (RUM), que confirmou o adiantar das conversações entre o Real Madrid e o Peñarol pelo passe do médio centro. Cintando fontes da família do jovem de 16 anos, a RUM afirma mesmo que o emblema espanhol enviou emissários ao Paraguai para ver in-loco o médio jogar, tendo-se deslocado ao hotel onde estava a selecção sub-17 uruguaia de forma garantir desde já a assinatura de um contrato que prevê a ida do jogador para Madrid apenas quando este completar 18 anos.

Com 1,79 de altura, a tenra idade ainda se faz notar no porte físico de Federico Valverde que pesa apenas 67 quilos. No entanto, e mesmo enfrentando opositores de maior capacidade física, o camisola 8 do Uruguai destacou-se pela agilidade e velocidade com a bola nos pés, bem como pela capacidade finalizadora, tendo-se afirmado como o segundo melhor marcador do Sul-Americano sub-17, com 7 golos, apenas um atrás do artilheiro Leandro do Brasil.

Amigo de Jonathan Rodriguez, que em Janeiro deixou o Peñarol rumo ao Benfica, Federico Valverde é visto, tal como o novo atacante das águias, como uma das promessas do futebol uruguaio. Apesar da tenra idade, parece ser unânime que a qualidade do médio de 16 anos será mais do que suficiente para se afirmar tanto na selecção azul celeste, como no futebol europeu.

Aposta nos jovens já passa os 50 milhões de euros

Apostando no rejuvenescimento do plantel, numa política que tem visado a compra de jovens valores, o Real Madrid já desembolsou cerca de 50 milhões de euros em contratações para as próximas temporadas. A primeira compra foi Marco Asensio, goleador do Maiorca, a troco de 3,9 milhões de euros. A jovem esperança espanhola, continuou cedido ao emblema do segundo escalão até ao fim da temporada. Com ida directamente para Madrid, Martin Odegaard, custou aos cofres madridistas cerca de 2,3 milhões de euros. O talentoso norueguês foi apresentado com pompa e circunstância, mas está a denotar dificuldades de adaptação. Também contratado em Janeiro, e com entrada directa para o plantel principal, Lucas Silva chegou do campeão brasileiro Cruzeiro. A troco de 14 milhões, o médio canarinho não está a convencer, falando-se inclusive num empréstimo no próximo ano. Por último, Danilo, lateral direito do FC Porto já está confirmado na temporada que aí vem. Custou 31,5 milhões de euros.

O próximo a chegar poderá ser Federico Valverde. A jovem estrela uruguaia promete dar que falar.