Lucho González, que representou o FC Porto por 7 temporadas proveniente do River Plate, parece continuar atento, apesar da distância, ao que se passa na Liga Portuguesa e em especial ao que se passa no dia a dia da equipa azul e branca. Em declarações ao jornal "O Jogo", o médio argentino, que agora representa o Al-Rayyan do Catar, abordou o clássico que se jogará hoje no Estádio da Luz entre Benfica e FC Porto, afirmando que "só a vitória interessa" e que tem fé na vitória da equipa do Futebol Clube do Porto. Lembre-se que em caso de vitória com uma margem de 2 golos (a partir de 3-1), a equipa orientada por Julen Lopetegui poderá conquistar a primeira posição do campeonato.

O jogador argentino de 34 anos afirma ainda que não sabe qual o pensamento dos jogadores do #Benfica, mas que devem ter ficado contentes com o resultado da passada terça-feira entre Bayern Munique e FC Porto que ditou a eliminação, nos quartos de final, da equipa portista das competições europeias. "O nível da Champions League é muito diferente do campeonato e não há melhor do que ter um jogo decisivo depois de uma derrota dura. Este é o jogo ideal, com um estádio cheio e muitas adversidades, sabendo que só a vitória interessa" acrescentou.

Benfica e FC Porto apresentam-se no "jogo do título" com algumas baixas. No lado do Benfica, Artur e César estão lesionados, Salvio que estava em dúvida abandonou o estágio esta manhã. No lado do FC Porto a grande ausência é por parte de Cristian Tello. A questão histórica também pode pesar, sendo que a equipa do Benfica não perde com o FC Porto, em casa e para o campeonato, há 3 anos, altura em que Maicon decidiu o clássico num jogo que viria a ficar 3-2. Este clássico tem ainda um sabor mais importante, para além de poder mudar a classificação ou decidir praticamente o campeão desta temporada, por confrontar os melhores marcadores da Liga, Jackson Martínez (com 17 golos) e Jonas (com 16 golos).

Equipas prováveis:

Benfica: Júlio César, Eliseu, Jardel, Luisão, Maxi Pereira, Samaris, Pizzi, Gaitán, Ola John, Lima e Jonas.

FC Porto: Fabiano, Alex Sandro, Marcano, Maicon, Danilo, Casemiro, Herrera, Oliver Torres, Brahimi, Ricardo Quaresma e Jackson Martínez. #F.C.Porto