Pep Guardiola acredita que o Bayern de Munique vai dar a volta ao resultado e marcar os dois golos necessários para eliminar o FC Porto da Liga dos Campeões, que se disputa na Arena de Munique. O treinador espanhol deu esta manhã a habitual conferência de imprensa e otimismo foi a palavra de ordem. "Virar o 3-1 é um enorme desafio, mas os desafios acontecem todos os dias num clube desta dimensão. O que quero dos jogadores é que entrem em campo com confiança. Não será um grande problema dar a volta ao resultado quando se vai para dentro de campo com paixão, amor e com todas as nossas qualidades", afirmou Guardiola.

Apesar do discurso confiante, o técnico admite que a partida não vai ser fácil porque "o FC Porto tem uma grande equipa". A estratégia da equipa bávara passa por ter que marcar dois golos obrigatórios para dar a volta à eliminatória, mas vai ter que ter também especial atenção ao setor defensivo. "Temos de criar muitas oportunidades, mas também temos de trabalhar bem em termos defensivos", sublinhou Guardiola.

Equipa quase na máxima força

O Bayern de Munique veio ao Estádio do Dragão jogar muito desfalcado, com seis dos seus habituais titulares lesionados. Uma semana depois, Guardiola revelou que algumas das suas melhores estrelas já estão aptas. "Lahm está bem. Schweinsteiger também, mas fez apenas um treino. Sobre o Ribéry, falarei ainda hoje com o médico, mas creio que não vai poder jogar", disse o treinador.

Jackson infiltrado

Guardiola voltou ainda ao jogo da primeira mão, no Dragão, para repetir aquilo que já tinha dito: Jackson Martinez jogou infiltrado. "Sei que ele fez tudo para jogar e disseram-me que terá sido infiltrado para o fazer sem dores. É algo normal no #Futebol e elogio-o por isso", afirmou.

Depois de uma paragem longa e com pouco treino, Jackson foi a grande novidade do técnico portista, Julen Lopetegui, para o jogo da Liga dos Campeões, e o colombiano foi decisivo para o encontro. Logo a abrir o encontro sofreu um penálti, que permitiu a Ricardo Quaresma inaugurar o marcador. Martinez voltou a ser decisivo ao apontar o 3-1 final já na segunda parte. #F.C.Porto