O Arsenal recebe no Emirates este domingo às 16h00 o Chelsea naquele que pode ser considerado o jogo com carácter mais decisivo desta época da Premier League. O Chelsea é o líder da tabela classificativa com 76 pontos, mais dez que o Arsenal, que ocupa a segunda posição com 66 pontos tendo as equipas o mesmo número de jogos, 32. Os jogos entre Blues e Gunners são sempre de alta tensão e as "trocas de mimos" entre os dois treinadores marcam também este duelo, é do conhecimento público que José Mourinho e Arsène Wenger não morrem de amores um pelo outro.

A pressão do jogo está maioritariamente do lado do Arsenal. Se por um lado a equipa de Wenger tem alguma esperança em alcançar o primeiro lugar, por outro não pode descansar totalmente ao olhar para trás visto que os dois rivais de Manchester, o United e o City, estão somente a um e dois pontos respectivamente e segurar um lugar de acesso directo à Champions League de 2015/2016 é de extrema importância para os Gunners. Logo, só a vitória pode interessar ao Arsenal.

Do lado do Chelsea, uma vitória ou um empate garante praticamente o título à equipa orientada por José Mourinho. Se os Blues garantirem a vantagem de 10 pontos, irão precisar de ganhar dois jogos em cinco para festejar o título. Em caso de aumento dessa vantagem para 13 pontos, o Chelsea poderá festejar o título já na próxima quarta-feira caso vença no campo do Leicester. Independentemente do resultado, o Chelsea de Mourinho quer garantir o título o mais tardar até ao primeiro fim-de-semana de Maio, e tem condições para isso.

A moral das duas equipas está verdadeiramente em alta. O Arsenal garantiu no passado sábado a passagem à Final da Taça de Inglaterra depois de ter derrotado o Reading por 2-1 após prolongamento enquanto que o Chelsea venceu o Manchester United por 1-0 em jogo a contar para a Premier League, um teste de fogo bem superado pelos Blues e que deixou os Red Devils fora da luta pelo primeiro lugar. O jogo entre Arsenal e Chelsea vai ser acompanhado em directo aqui na Blasting News. #Futebol