A decisão que alguns já esperavam foi tomada pela direção do #Real Madrid, e divulgada esta segunda-feira por Florentino Pérez, em conferência de imprensa. Carlo Ancelotti foi demitido da função de treinador, muito devido à falha na conquista dos objetivos delineados previamente. Era quase certa a saída do treinador do Real Madrid, uma vez que nenhum dos dois objetivos principais foram alcançados: Liga dos Campeões e Liga Espanhola.

O presidente Florentino Pérez disse: "A minha presença vai ser breve. A direção tomou a decisão de afastar Ancelotti do cargo de treinador. Foi uma decisão muito difícil, mas não viemos para este clube para tomar decisões fáceis. No Real Madrid as exigências são máximas e temos de dar um novo impulso. Na próxima semana daremos a conhecer o nome do novo treinador".

Os objetivos estavam traçados desde o início da temporada e eram claros: vencer o Campeonato e tentar vencer a Liga dos Campeões. Nem um, nem outro. Não restou outra hipótese à direcção senão desfazer-se do elemento mais fácil de mandar embora. Não se consegue mandar embora toda uma equipa pelos maus resultados, sendo o treinador sempre o primeiro a ser "crucificado".

Na conferência de imprensa, o presidente do clube referiu também a conquista do título europeu com Ancelotti ao comando, referindo, no entanto, que um clube como o Real Madrid precisa de mais: "No Real Madrid a exigência é máxima. Entendemos que é o momento de dar um novo impulso".

Com Carlo Ancelotti ao comando, o Real Madrid venceu a Supertaça Europeia e o Mundial de Clubes esta época. Nas restantes competições, foi eliminado da Liga dos Campeões pela Juventus, nas meias-finais, e no campeonato ficou no 2º posto, atrás do rival Barcelona. Também foi eliminado nos oitavos de final da Taça do Rei, frente ao Atlético de Madrid, e na Supertaça de Espanha também perdeu frente aos rivais de Madrid.

Quanto ao novo treinador, Florentino Pérez anunciou que uma decisão iria ser tomada e que ainda esta semana o novo nome iria ser divulgado. O presidente referiu ter preferência por um técnico que fale castelhano. O nome mais sonante, e que a imprensa tem avançado como possível sucessor de Ancelotti, é o espanhol Rafael Benítez, que atualmente comanda o Napoli de Itália. #Futebol