A principal companhia aérea dos Emirados Árabes Unidos, que é também uma das mais luxuosas do mundo, vai acompanhar os voos do #Benfica durante as próximas épocas. O novo patrocinador vai estar estampado nas camisolas do clube da Luz, que assim se junta a um grupo restrito de equipas patrocinadas por esta companhia aérea. A Fly Emirates já estava presente nas camisolas das equipas de formação do clube das águias desde o início da presente época. A partir da próxima temporada, o patrocínio estende-se à equipa principal.

Depois de no passado domingo à noite, 17 de Maio, o Benfica se ter sagrado campeão nacional pelo segundo ano consecutivo, um feito que já não era alcançado há três décadas, o clube de futebol assinou esta manhã um contrato milionário com o novo patrocinador. O contrato foi assinado no Estádio da Luz pelo presidente do Benfica, Luís Filipe Vieira e pelo presidente da Emirates, Tim Clark, mas Jorge Jesus também marcou presença.

Tim Clark disse que "O Benfica mostrou ser a maior força do futebol português", e que este facto foi uma das razões para a parceria agora firmada. Já Luís Filipe Vieira afirmou que ter o patrocínio da Emirates significa entrar para "um restrito grupo do qual muitos queriam fazer parte".

Os valores do contrato não foram revelados, mas, segundo o jornal "Diário de Notícias", o Sport Lisboa e Benfica irá receber cerca de 8 milhões de euros anuais, um valor duas vezes maior do que recebia do anterior patrocinador, a PT. No entanto, os valores podem chegar aos 10 milhões, de acordo com os objectivos alcançados.

Na cerimónia de assinatura do contrato, o presidente do Benfica aproveitou para agradecer à PT pelo patrocínio concedido nos últimos anos. Sobre a nova parceria, disse que vai ser o início de "um novo marco da vida do Benfica". Tim Clark sublinhou o facto de o Benfica ter lançado jogadores de grande qualidade mundial, como o lendário Eusébio.

O patrocínio da Emirates, além do valor base, contempla ainda bónus anuais, cujos valores dependem dos resultados nas competições europeias e nacionais, e do volume de negócios do merchandising a nível internacional.