Com uma vitória de 0-3 em casa do Charlton Athletic, o AFC Bournemouth garantiu pela segunda vez um campeonato para o clube (sendo que o primeiro foi em 1987, na extinta Division Three) e confirmou, pela primeira vez na história, a promoção ao primeiro escalão do #Futebol inglês. Ainda foi ameaçado com uma derrota de 19-0, por parte do seu adversário, mas tal cenário nunca chegou sequer a ser imaginado, visto que o Bournemouth garantiu mesmo a vitória.

No entanto, nem todo o caminho feito pelo campeão inglês cheirou a rosas. Vários espinhos intrometeram-se no caminho do clube até este ponto. No início de 2008, o Bournemouth viu-se amontoado com dívidas e os problemas iam desde o rapaz que entrega as toalhas aos jogadores até aos próprios jogadores. Consequentemente, o clube foi penalizado com menos 10 pontos e a despromoção para a League Two, nesse mesmo ano.

Contudo, a participação do clube na 4ª divisão inglesa esteve mesmo em causa, sendo que o Bournemouth não conseguiu sequer cumprir as exigências que lhe eram pedidas pela federação inglesa e começou a época de 2008/09 com 17 pontos negativos. Com Eddie Rowe, antigo jogador do clube, ao leme da equipa, esta salvou-se de mais uma despromoção.

No final da temporada de 2008/09, Jeff Mostyn, actual presidente do emblema inglês, reuniu um consórcio que estabeleceu financeiramente o clube. Em 2009/10, o Bournemouth conseguiu um importante 2º lugar e subiu à League One. Na temporada seguinte, Maxim Demin, um russo, tornou-se o sócio maioritário, sendo que Jeff Mostyn continua no cargo de presidente.

Depois de 23 anos a competir em escalões inferiores, o Bournemouth conseguiu a promoção ao segundo escalão inglês, na época de 2012/13, sendo que Eddie Rowe treinou o Burnley por quase 2 anos, antes de rumar outra vez ao Bournemouth, sendo uma peça crucial na subida do clube de Dorset.

Esta temporada, após apenas duas épocas na segunda divisão, o AFC Bournemouth conseguiu conquistar o Championship, com 90 pontos e 98 golos marcados em 46 jogos, sendo que na próxima temporada irá jogar na primeira divisão inglesa.

Um clube que, há apenas 7 anos, acabou duas épocas em 21º na última divisão inglesa conseguiu a promoção à #Premier League, juntamente com o Watford (que há 8 anos que também não é promovido). Escapando às previsões de vários adeptos, esta equipa conseguiu um pequeno milagre e vai juntar-se a clubes como o Chelsea e o Manchester City, tentando garantir a manutenção na sua primeira época entre a elite do futebol inglês.