É cada vez mais difícil esconder o clima de crispação que se vive no Belenenses. Neste caso o ambiente está complicado de ser gerido entre a Direcção do emblema da Cruz de Cristo e a Sociedade Anónima Desportiva (SAD) dos azuis. Em causa está um episódio vivido no passado sábado, 10 de Maio, em Coimbra. No final do encontro no Estádio Municipal, entre Académica e Belenenses, um adepto e antigo atleta do emblema do Restelo terá sido agredido por elementos da segurança da SAD dos azuis. Direcção repudia os acontecimentos que não quer ver repetidos.

Num extenso comunicado divulgado ao início da noite desta segunda-feira, 11 de Maio, a Direcção, presidida por Patrick Morais de Carvalho, refere que recebeu uma participação assinada por três sócios na qual deram a conhecer os factos ocorridos no exterior do Estádio Efapel em Coimbra: "Um associado e antigo atleta do Belenenses foi agredido por elementos da segurança da SAD", pode ler-se na nota publicada no sitio oficial do clube.

Publicidade
Publicidade

No mesmo comunicado, a Direcção dos homens da Cruz de Cristo adiciona mais dados, afirmando que o auxilio ao agredido foi impedido por elementos da estrutura desportiva do clube.

Garantido que não vai tolerar outro e qualquer episódio de violência para com antigos e actuais atletas e no qual estejam inseridos membros do clube, a Direcção presidida por Patrick Morais de Carvalho abriu um inquérito para apurar a verdade dos factos, tendo já pedido à SAD o imediato afastamento dos elementos envolvidos neste episódio. Já no que toca ao agredido, a estrutura directiva do Belenenses coloca-se desde já à disposição para o apoiar em questões jurídicas até às últimas consequências.

No mesmo comunicado, a Direcção aproveita para pedir união entre toda a massa adepta do Restelo, para que na próxima jornada na recepção ao FC Porto todos possam fazer a diferença fora das quatro linhas de forma a serem o 12º jogador frente aos Dragões.

Publicidade

Em luta directa com o Paços de Ferreira pelo derradeiro lugar (6º) que dá acesso às competições europeias, os homens da Cruz de Cristo precisam vencer para pressionarem os castores. #Futebol #Primeira Liga Portuguesa