Num mercado cada vez mais gastador, alguns nomes provam que nem sempre é necessário gastar rios de dinheiro por jogadores de qualidade, optando pela compra "a custo zero." Jogadores em final de contrato, livres de compromissos, são oportunidades desportivas e financeiras à espera de serem aproveitadas. Por razões diversas, os respectivos clubes não se mostraram interessados na sua renovação. Em alguns casos, é o próprio jogador que, confiante nas suas capacidades e no seu valor de mercado, recusa a proposta do clube onde joga no momento e aguarda por uma oferta mais interessante de outro clube ou até outro campeonato. E para os clubes compradores, é a possibilidade de integrar um jogador talentoso sem arcar com a despesa da transferência. Cá estão alguns desses nomes.

Ron Vlaar

Vlaar é experiente e, embora o Villa não tenha feito uma boa época, continua ter mercado e prova que para se ser central, não é necessário saber driblar, só saber cortar e ter sentido posicional. Deve ter um mercado em Inglaterra.

Maxi Pereira

O Benfica ofereceu um novo contrato ao uruguaio, mas ele ainda não o assinou. E com o Galatasaray, Nápoles e Liverpool (Glen Johnson também está em final de contrato) no rol de interessados, Maxi poderá ser capaz de recusar o dinheiro e rumar a ligas mais competitivas (Itália e Inglaterra, e não Turquia).

Nigel de Jong

O holandês do AC Milan vai ficar sem clube por pouco tempo, pois já recebeu uma série de propostas de Itália (Juve e Roma). O Sevilha e um grupo de equipas da MLS também demonstraram interesse. Mesmo assim, Old Trafford parece ser o destino mais provável.

Khedira

O alemão está a "sofrer" sondagens desde o ano passado. Este ano, deve mesmo mudar de ares, pois existe mais interesse exterior em contratá-lo do que por parte do Real Madrid na sua renovação. Arsenal, Chelsea e Schalke 04 são alguns dos interessados.

James Milner

Para Milner, sair do City pode acabar por ser a melhor coisa que lhe pode acontece,r porque é sempre visto como o jogador inferior, o patinho feio do meio campo dos citizens ( pois não tem a capacidade técnica de alguns dos colegas). Com a sua saída, a polivalência e raça que trazia vão, finalmente, ser apreciadas. Deve manter-se por Inglaterra. 

Luiz Adriano

Depois de ter sido um dos melhores marcadores da Champions, o brasileiro não terá dificuldade em dar o salto. Arsenal e Liverpool são os nomes falados!

Andre Ayew

A não renovação do ganês já foi confirmada e Inglaterra parece ser o próximo passo. Liverpool, Arsenal, Tottenham, Newcastle são os destinos apontados ao sobrinho de Kwame Ayew (jogador que passou por V. Setúbal, UD Leiria, Boavista e Sporting na década de 90). A Roma é o único clube a fazer frente aos ingleses, no que a rumores diz respeito.

Outros

Schar, Konoplyanka, Drogba, Rasmus Elm, Diaby, Eduardo Vargas, Flamini, Sergio Romero, Bryan Ruiz, Mulumbu, Glen Johnson, Gignac e Micah Richards são alguns dos outros livres. #Mercado de Transferências