Yacine Brahimi, jogador do Futebol Clube do Porto, numa entrevista ao jornal desportivo francês "L'Équipe" abordou temas como a sobrecarga de jogos, a sua quebra de rendimento, o aumento de golos marcados, os potenciais clubes interessados e … no rival Sport Lisboa e #Benfica. Na entrevista, o jogador argelino de 25 anos admite que evoluiu muito ao serviço da equipa azul e branca e que ainda acredita numa eventual escorregadela por parte do líder Benfica para que se sagre, assim, campeão nacional ao serviço dos dragões.

Quando questionado sobre a sobrecarga de jogos, Brahimi foi discreto e disse que "os jogadores que têm apenas 15 dias de férias ou menos é muito exigente", acrescentando que já jogou tudo o que havia para jogar ao serviço do FC Porto (Liga dos Campeões, Taças e Liga Portuguesa) e ao serviço da Argélia (CAN, a meio do campeonato, e Mundial, antes do campeonato começar). Sobre a sua quebra de rendimento, depois de vir da CAN, o jogador afirma não procurar desculpas, mas que claramente a CAN o deixou mais desgastado, chegando ao FC Porto um Brahimi diferente daquele que tinha sido antes de representar a Argélia no Campeonato das Nações Africanas.

Yacine Brahimi acrescenta que mesmo assim tem seis golos na Liga dos Campeões, sete no campeonato e quatro ao serviço da selecção. "Também me tenho dado bem nas assistências", atirou o jogador, afirmando ainda que a qualidade da equipa ajuda em muito neste seu progresso. O jornal desportivo francês questionou ainda o jogador sobre o interesse de grandes clubes europeus, como o PSG e o Manchester City. Face a esta questão, Brahimi disse que são os média que têm falado e que não recebeu nenhuma proposta oficial. "Sou jogador do FC Porto e estou completamente concentrado nos três jogos que ainda restam e que temos de ganhar para ter a possibilidade de sermos campeões. Temos de esperar uma escorregadela do Benfica", acrescentou o médio portista.

Recorde-se que o #Futebol Clube do Porto contratou Brahimi, no Verão passado, ao Granada por cerca de 6 milhões de euros e fixou uma cláusula de rescisão no valor de 50 milhões de euros. O jogador esta época, ao serviço dos dragões, já apontou 13 golos, num total de 39 jogos disputados, contabilizando 2642 minutos. #F.C.Porto