O futuro do jogador espanhol Adrián López, da equipa do Futebol Clube do Porto está em aberto. Depois de um investimento de 11 milhões de euros por 60% do seu passe, a equipa do FC Porto está agora a analisar como irá reaver parte desse mesmo valor. A SAD da equipa portista, no entanto, ainda não concretizou o pagamento, isto porque, Pinto da Costa, precaveu-se de um eventual risco, visto ter sido uma transferência de valores elevados no que diz respeito a equipas portuguesas. O que foi acordado entre os dragões e os colchoneros (Atlético de Madrid) é que o valor só teria de ser pago nos últimos três meses da época 2014/2015, ou seja, até dia 31 de Julho.

Desta forma, o FC Porto, ao fazer esta "manobra", poderá ainda vender Adrián mesmo antes de ter de pagar algum valor da transferência ao Atlético de Madrid. Recorde-se que o avançado espanhol, de 27 anos, nunca foi protagonista na equipa que Julen Lopetegui idealizou, pelo que a opção mais provável será mesmo a saída para uma equipa do campeonato espanhol, visto ter sido lá que Adrián "explodiu" ao serviço do Atlético de Madrid, e é lá que o jogador tem muito mercado.

Na equipa do Futebol Clube do Porto, Adrian López, disputou 17 jogos, apontando apenas 1 golo para a Liga dos Campeões. Com uma média de 0,06 golos por jogo e um total de 716 minutos jogados, o jogador espanhol é a pior aquisição dos dragões na presente época, tendo em conta a relação custo da transferência e desempenho nos jogos.

Em sentido contrário estão as aquisições de outros espanhóis, como é o caso de Cristian Tello e Óliver Torres. Adrián não joga desde Janeiro devido a lesão, mas visto já ter recuperado da mesma há mais de um mês, torna-se claro que o jogador começa a estar de fora das contas de Julen Lopetegui já para a próxima época. Se se considerar ainda uma eventual contratação de Alberto Bueno, do Rayo Vallecano, a hipótese da saída é assim a opção mais viável e mais rentável, se assim se pode dizer, para a equipa do Futebol Clube do Porto. #F.C.Porto #Mercado de Transferências