Resumo da partida.

Uma segunda mão com pouca história e que serviu somente para confirmar a passagem do Sevilha à final de Varsóvia. Tal como na primeira mão, A Fiorentina não aproveitou as oportunidades que teve para marcar, nem de penalti conseguiu bater a baliza do guarda-redes Rico. O Sevilha soube gerir bem a partida e acabou por aproveitar dois lances de bola parada para fazer dois golos e garantir a vitória por 2-0, cinco minutos bastaram para aparecerem os golos. No conjunto das duas mãos, a equipa Espanhola acabou por vencer por 5-0.

O Sevilha vai defrontar na final o Dnipro da Ucrânia, que venceu o Nápoles em sua casa por 1-0 depois de ter empatado 1-1 na primeira mão em Itália. A Final vai ter lugar em Varsóvia a 27 de Maio (quarta-feira) às 19h45.

Na outra meia-final o Dnipro venceu o Nápoles por 1-0. A equipa Ucraniana vai defrontar o Sevilha na final.

Final da partida. Fiorentina, 0 - Sevilha, 2.

90' - Vão ser jogados mais dois minutos de tempo de compensação.

87' - Kévin Gameiro a aparecer em boa posição na grande área da Fiorentina mas o remate sai muito por cima.

85' - Substituição na Fiorentina. Sai Borja Valero, entra Lazzari.

80' - Ilicic falha mais uma vez! O jogador da Fiorentina aparece isolado frente a Rico mas atira para as mãos do guarda-redes do Sevilha.

74' - Substituição no Sevilha. Sai Vitolo, entra Reyes.

70' - Substituição no Sevilha. Sai Carlos Bacca, entra Kévin Gameiro.

69' - Remate de Ilicic contra Mbia.

67' - Ilicic falha o penalti! O remate saiu para as nuvens!

67' - Substituição na Fiorenta. Sai Matías Fernández, entra Badelj.

66' - Penalti para a Fiorentina! Falta de Krichowiak sobre Pizarro.

62' - Situação de perigo na grande área da Fiorentina mas o remate de Bacca sai enrolado e para fora.

GOLO do Dnipro. A equipa Ucraniana vence o Nápoles por 1-0.

58' - Cabeceamento de Gonzalo Rodríguez longe da baliza do Sevilha.

55' - Substituição no Sevilha. Sai Banega, entra Iborra.

52' - Rico com uma dupla grande defesa! O guarda-redes do Sevilha defende os remates de Salah e Ilicic.

49' - Cartão amarelo para Borja Valero por simular um penalti.

46' - Grande oportunidade para a Fiorentina! O remate de Matías Fernández é desviado para canto.

45' - Substituição na Fiorentina. Sai Basanta, entra Pasqual.

Início da segunda parte. Sai a Fiorentina com a bola.

As equipas reentram em campo! Tudo a postos para o início da segunda parte.

Resumo da primeira parte.

Tudo resolvido para o Sevilha, a não ser que surja um milagre verdadeiramente inédito. A Fiorentina, tal como na primeira mão, a não saber aproveitar as duas melhores oportunidades de golo que teve e no #Futebol "quem não marca, sofre". O Sevilha foi mais uma vez bastante eficaz e em dois lances de bola parada fez dois golos por intermédio de Carlos Bacca e Daniel Carriço. Os segundos 45 minutos servirão somente para a equipa Espanhola gerir o resultado.

No Dnipro-Nápoles o resultado ao intervalo é um empate 0-0.

Intervalo na partida. Fiorentina, 0 - Sevilha, 2.

45' - Vai ser jogado mais um minuto de tempo de compensação.

45' - Ilicic bate um livre #Directo sem qualquer perigo para a baliza de Rico.

42' - Remate em jeito de Salah a não passar muito longe do poste direito da baliza de Rico. Passa o perigo para o Sevilha.

37' - Bom trabalho de Matías Fernández mas o remate sai torto.

36' - Remate de Ilicic interceptado pela defesa do Sevilha. É pontapé de canto.

34' - Cartão amarelo para Banega por falta dura sobre Pizarro.

33' - Remate de Banega para as mãos de Neto. Passa o perigo para a Fiorentina.

29' - Mais uma grande defesa de Rico! Pizarro com um remate traiçoeiro para a baliza do Sevilha.

Na outra meia-final Dnipro e Nápoles estão empatados 0-0.

28' - Tudo parece terminado para a Fiorentina!

27' - GOLOOOO do Sevilha! Na sequência do livre, Daniel Carriço emenda para o fundo da baliza a passe de Coke.

26' - Cartão amarelo para Savic por falta sobre Vitolo.

23' - A Fiorentina tem que marcar cinco golos para chegar à final!

22' - GOLOOOO do Sevilha! Na sequência do livre, Bacca aparece solto na pequena área e empurra para o fundo da baliza de Neto. Está feito o primeiro na partida!

21' - Cartão amarelo para Pizarro por falta dura sobre Aleix Vidal.

16' - Que grande defesa de Rico! O guarda-redes do Sevilha a negar o primeiro golo da Fiorentina após cabeceamento de Gonzalo Rodríguez.

15' - Remate de Ilicic por cima da barra.

12' - Remate de Pizarro a ser desviado para canto.

10' - Ilicic a rematar com a bola a ser interceptada pela defesa do Sevilha.

5' - Primeira situação de algum perigo para a Fiorentina, o remate de Salah é bloqueado.

2' - É o Sevilha a começar a carregar no ataque.

20:05 - Início da primeira parte. Sai a Sevilha com a bola.

20:02 - As equipas já estão perfiladas em campo, ouve-se o hino da #Liga Europa.

19:10 - Onze inicial e suplentes da Fiorentina.

Onze inicial: Neto (GR), Gonzalo Rodríguez, Stefan Savić, José María Basanta, Marcos Alonso, David Pizarro, Matías Fernández, Joaquín (c), Borja Valero, Josip Ilicic e Mohamed Salah.

Suplentes: Ciprian Tatarusanu (GR), Manuel Pasqual, Milan Badejl, Alberto Aquilani, Andrea Lazzari, Federico Bernardeschi e Mario Gómez.

Treinador da Fiorentina: Vincenzo Montella.

19:10 - Onze inicial e suplentes do Sevilha.

Onze inicial: Sergio Rico (GR), Trémoulinas, Daniel Carriço, Timothée Kolodziejczak, Coke, Krychowiak, Éver Banega, Vitolo, Aleix Vidal, Mbia e Carlos Bacca.

Suplentes: Beto (GR), Fernando Navarro, Diogo Figueiras, José Antonio Reyes, Iborra, Denis Suárez e Kévin Gameiro.

19:00 - Equipa de arbitragem.

A equipa de arbitragem para o jogo de hoje vem da Eslovénia:

· Árbitro: Damir Skomina.

· Árbitros assistentes: Jure Praprotnik (SVN) e Robert Vukan.

· Árbitros de baliza: Matej Jug e Slavko Vincic.

· Quarto árbitro: Andraz Kovacic.

18:15 - Castigados e lesionados das duas equipas.

Não há jogadores castigados nas duas equipas. Do lado da Fiorentina é certo que Babacar, Giuseppe Rossi, Mika Richards e Vargas não jogam por lesão. Mohamed Salah ainda está em dúvida.

Do lado do Sevilha é certo que Pareja não vai a jogo. Em dúvida ainda estão Mbia, que se lesionou no jogo da primeira mão, e o guarda-redes Português Beto.

17:15 - Alguns dados interessantes para o jogo de logo:

Fiorentina:

· A Fiorentina nunca recuperou de uma derrota por 3-0 na primeira mão.

· A equipa Italiana esteve presente em seis meias-finais de competições Europeias anteriores a esta, venceu quatro e perdeu duas.

· A Fiorentina vai tentar seguir o Valência, a única equipa a recuperar de uma desvantagem de três golos numa eliminatória da Liga Europa.

Sevilha:

· O Sevilha nunca foi eliminado numa meia-final Europeia.

· A equipa Espanhola nunca perdeu fora de casa nas fases a eliminar desta edição da Liga Europa.

· O Sevilha faz o seu terceiro jogo em Itália a contar para provas Europeias, a equipa da Andaluzia perdeu os dois encontros anteriores.

16:15 - Antevisão de Vincenzo Montella e Unai Emery, treinadores das duas equipas.

Vincenzo Montella, treinador da Fiorentina, refere que não se recorda de ter conseguido alguma vez recuperar de uma desvantagem de 3-0 numa eliminatória e dá o exemplo recente da eliminatória da Liga dos Campeões entre Bayern e Barcelona para mostrar como é difícil dar a volta neste cenário. Para o treinador da Fiorentina há que ter uma personalidade enorme e muita convicção, há que marcar golos mas o fundamental será mesmo não sofrer nenhum. Para o treinador Italiano, o importante é que a sua equipa imponha o seu jogo mesmo sabendo que do outro lado está um adversário forte e com jogadores de boa qualidade.

Unai Emery, treinador do Sevilha, sabe que está perto da final e que a preparação da sua equipa foi feita como se a eliminatória estivesse 0-0. O treinador Espanhol acredita que o jogo não vai ser fácil e quer uma atitude competitiva do primeiro ao último minuto. Unai Emery tem conhecimento da euforia dos adeptos do Sevilha, que já estão a comprar bilhetes de avião para a cidade onde se vai realizar a final (Varsóvia) mas quer a sua equipa 100% concentrada no jogo de hoje. Apesar da vantagem gorda adquirida na primeira mão, Unai Emery não garante a 100% a presença da sua equipa na final. O treinador Espanhol mostra assim enorme cautela.

15:15 - Sejam bem-vindos ao Artemio Franchi, estádio que acolhe a Fiorentina, onde vamos ficar a conhecer um dos finalistas da Liga Europa de 2014/15.

Decorrem hoje às 20h05 em simultâneo os dois jogos que vão ditar os finalistas da Liga Europa de 2014/15. Embora estejamos a acompanhar de perto os dois jogos, vamos centrar atenções no jogo que envolve o Sevilha e a Fiorentina. No jogo da primeira mão, o Sevilha conquistou uma vantagem importante e que pode ser decisiva para chegar à sua segunda final consecutiva. A equipa Espanhola derrotou a Fiorentina por 3-0 e vai obrigar agora a equipa Viola a ter que marcar três golos para, pelo menos, empatar a eliminatória. Se o Sevilha fizer um golo, deixa praticamente a Fiorentina fora da final.

No jogo da primeira mão, a equipa Italiana esteve particularmente mal no capítulo da finalização e acabou severamente "castigada" pela eficácia do Sevilha. A Fiorentina não terá tarefa fácil para alcançar a sua segunda final. Já o Sevilha pode fazer história na Liga Europa podendo transformar-se na equipa com mais troféus conquistados da competição. Se tal acontecer, será também a segunda vez que a equipa Espanhola vence a competição por duas vezes seguidas. O Sevilha, para além da Liga Europa, mantém ainda vivas as esperanças de poder chegar a um lugar de acesso ao Playoff da Liga dos Campeões de 2015/16 enquanto a Fiorentina luta por mais uma presença no playoff da Liga Europa da próxima época.

Na outra meia-final está presente também outra equipa Italiana que, apesar de não estar tão mal como a Fiorentina, também não está com a tarefa facilitada para chegar à final. Na primeira mão, o Nápoles empatou 1-1 em casa com o Dnipro da Ucrânia, o que vai obrigar a equipa Napolitana a ter que correr atrás do resultado tendo que vencer ou empatar a partida por dois ou mais golos.

Todas as emoções da Liga Europa 2014/15 podem ser seguidas mais logo a partir das 20h05, sendo que o cenário de termos uma final 100% Italiana é muito remoto por agora.