Quem seguiu o Campeonato do Mundo de futebol de 2014 não ficou indiferente às exibições do guarda redes mexicano Guillermo Ochoa, tendo o seu momento mais alto no torneio na exibição frente à selecção brasileira, onde foi inclusive considerado o "Homem do Jogo". Desconhecido para muitos seguidores de #Futebol, apesar dos seus 29 anos, "Memo" (como é tratado pelos colegas) era jogador do modesto Ajaccio de França e terminava o seu contrato nesse verão, após três temporadas como titular indiscutível na baliza da equipa francesa. Durante três épocas defendeu as redes do Ajaccio, em 116 jogos repartidos por liga e taça. Antes de se mudar para França no verão de 2011, numa transferência "livre", Ochoa fez 125 jogos pelo América do México, clube pelo qual despontou.

A estreia pela principal selecção do México em 14 de Dezembro de 2005, contra a Hungria, jogo que terminou 2 a 0 a favor dos mexicanos. Com 20 anos, foi convocado para o Campeonato do Mundo de Futebol como o terceiro guarda-redes. Após este torneio passou a ser regularmente convocado para a selecção. Obteve a titularidade da seleção pouco antes do Campeonato do Mundo de Futebol de 2014 e, tal como já descrevemos acima, destacou-se na competição.

As suas exibições no Campeonato do Mundo de 2014, aliadas ao facto de poder ser contratado a "custo zero", fez com que a sua cotação no mercado internacional aumentasse em flecha e o seu nome começou a ser associado a grandes clubes europeus como o Liverpool FC, o AC Milan ou FC Barcelona.

O tempo passou e os rumores não passaram disso mesmo; o melhor que conseguiu foi uma proposta do Málaga, clube que apenas aspirava lutar pela permanência na I #Liga Espanhola. Se muitos achavam que as exibições do Campeonato do Mundo lhe valeriam a titularidade no Málaga, provavelmente até o próprio, a verdade é que não foi isso que aconteceu e desde Julho que não se ouve falar de Ochoa. Carlos Kameni, guarda-redes que pertence aos quadros do Málaga há quatro épocas, é o titular indiscutível e tem relegado "Memo" para o banco de suplentes do actual oitavo classificado da Liga espanhola. Até ao momento, Ochoa, representou o Málaga apenas por 6 vezes, todas na Copa Del Rey, tendo sofrido o mesmo número de golos.