O Barcelona não deu qualquer hipótese ao Bayern Munique de Guardiola. Num fantástico jogo de futebol - sério candidato a melhor jogo do ano - o conjunto de Luis Enrique deu uma lição de táctica, com o génio de Lionel Messi a surgir no último quarto de hora da partida e Neymar a sentenciar o jogo em cima do apito final. Os blaugrana ainda têm de ultrapassar a 2.ª mão em Munique, onde o FC Porto foi "esmagado", mas já têm um pé na grande final de Berlim.

Os primeiros 20 minutos da partida foram electrizantes. Após um toque de cabeça de Messi a isolar Suárez, o avançado uruguaio ficou com tudo para fazer o golo, no entanto, Manuel Neuer fez uma grande defesa com os pés. Depois de um domínio inicial do Barcelona, o #Bayern Munique começou a subir no terreno e Lewandowski aos 18' apareceu isolado frente a ter Stegen, após cruzamento de Muller. No entanto o polaco não conseguiu finalizar. Até final do primeiro tempo, a única ocasião digna de registo foi um remate de Dani Alves, a que Neuer respondeu com mais uma boa defesa.

Na segunda parte, o Bayern entrou bem e determinado na partida, tentando por diversas vezes furar a defesa do Barcelona, mas Piqué e Mascherano estiveram intransponíveis. Com o passar do tempo, Guardiola poderá ter começado a gerir o resultado e a pensar que o empate a zero serviria para o jogo de Munique. Mas isso poderá ter-lhe custado a eliminatória. Com o baixar das linhas e do ritmo do Bayern, surge o inevitável Lionel Messi. O astro argentino rematou à entrada da área para fazer o 1-0 aos 77', e três minutos mais tarde, sentou Boateng numa das suas jogadas características e fez um chapéu magnífico a Neuer.

Lionel Messi tornou-se assim no melhor marcador de sempre da #Liga dos Campeões com 77 golos, e ultrapassou Cristiano Ronaldo e Luiz Adriano na lista deste ano, com 10 golos.Estava feito o 2-0 mas o Barcelona não se ficou por aqui, pois em cima do apito final Neymar ainda coroou a sua boa exibição com mais um golo.

Com uma larga vantagem de 3-0, o Barcelona está a caminho da grande final em Berlim. É certo que o Bayern Munique é demolidor no seu terreno, e depois de ter "esmagado" o FC Porto por 7-1 na eliminatória anterior, é razão suficiente para Luis Enrique e os seus jogadores estarem cautelosos. Pep Guardiola espera ainda contar com Robben, Ribéry, Badstuber e Alaba, parados há bastante tempo devido a lesão. O que é certo é que o Bayern vai ter que entrar a "matar" no Allianz Arena e marcar cedo, se ainda quiser ter esperanças em virar a eliminatória.
#F.C. Barcelona