O Futebol Clube do Porto defronta este Domingo o Vitória de Setúbal em jogo a contar para a 31ª jornada da Liga NOS. O treinador Julen Lopetegui, na conferência de imprensa de antevisão ao jogo contra os sadinos, abordou vários temas como o que resta do campeonato, a opção de Helton no clássico, o abraço de Ricardo Quaresma a Jorge Jesus e até a nomeação de Capela para o jogo que irá opor Gil Vicente e #Benfica. Lopetegui não quis alimentar polémicas passadas, mas parece ter lançado mais uma confusão, isto porque João Capela foi nomeado para o jogo em Barcelos.

O treinador espanhol deixou clara a ideia que, nos 4 jogos restantes, o FC Porto irá jogar para ganhar e conquistar os 12 pontos, esperando 2 deslizes por parte do líder Benfica. No entanto, não espera facilidades já para o jogo do próximo Domingo, dizendo: "Temos que estar preparados para enfrentar cada jogo (…) esperamos muitas dificuldades e temos que ser capazes de as superar". Recorde-se que a equipa azul e branca não ganha abaixo de Lisboa (Lisboa inclusive) há 10 jogos, contabilizando 6 empates e 4 derrotas. Coincidência ou não, o seu último triunfo foi mesmo frente à equipa de Setúbal, onde triunfa sempre nos últimos 15 anos e não perde há 30 anos.

Quanto à opção de colocar Helton em jogo no clássico, colocando Fabiano (habitual titular) no banco, Lopetegui foi claro dizendo que "é um jogador com muita experiência (…) e entendemos que seria a melhor opção para esse jogo". O treinador basco, quando questionado sobre o abraço entre Quaresma e Jorge Jesus, desvalorizou, dizendo que não faz qualquer interpretação em relação a esse mesmo gesto. "Só me interessa os abraços entre os meus jogadores" atirou.

Lopetegui fez ainda acusações graves à equipa encarnada, dizendo que Jorge Jesus, passado algum tempo depois da confusão entre ambos, voltou a tocar nesse assunto para desviar as atenções da nomeação de João Capela para o próximo jogo entre Gil Vicente e Benfica. "Sobre quem nomeou Capela, o Benfica não se engana", afirmou o treinador portista. Recorde-se que o mesmo árbitro, no Estádio da Luz, validou um golo que viria a dar o triunfo à equipa dos encarnados, em que Maxi Pereira aparece em fora de jogo. Com isto está instalada mais uma confusão entre os técnicos Jorge Jesus e Julen Lopetegui. #F.C.Porto