O extremo do #Sporting Nani admitiu esta terça-feira que será "difícil" ficar no Sporting. A separar o jogador de 28 anos e o clube de Alvalade estão o contrato com o Manchester United e "as ambições" do próprio. As declarações surgem poucos dias após o extremo ter afirmado que não seria impossível manter-se na equipa leonina. A confirmar-se este cenário, será um golpe para a equipa de Marco Silva e para os adeptos que pedem a sua continuidade.

Nani regressou ao Sporting no mercado de verão do ano passado por empréstimo do emblema inglês, envolvido no negócio que tirou Marcos Rojo de Alvalade. Depois de épocas menos bem conseguidas e sem espaço na equipa do treinador Louis Van Gaal, o extremo aceitou regressar à equipa que o formou e o lançou para os palcos mundiais. No acordo de empréstimo, o salário do jogador continuou a ser assegurado pelo Manchester United, uma vez que ultrapassa em larga escala a massa salarial da equipa verde e branca. O presidente Bruno de Carvalho já tinha admitido que era muito difícil manter Nani em Alvalade.

Hoje, foi a vez de Nani reconhecer que é muito difícil continuar no Sporting. "Os adeptos pedem-me para ficar, mas todos sabemos que é difícil, porque tenho contrato com o Manchester United e as minhas ambições são outras neste momento", afirmou o extremo, após um evento em Lisboa, em que teve a seu lado Nélson Évora e António Raminhos.

E o futuro de Nani pode ter de novo um regresso, desta vez a Manchester. Van Gaal decidiu dispensá-lo para esta época, mas as boas exibições que demonstrou em Alvalade, levaram o técnico holandês a rever a sua posição e admitir integrá-lo novamente na equipa. O extremo deve fazer a pré-época no Manchester United e integrar a digressão pela Ásia, durante a qual irá enfrentar o Real Madrid, dos portugueses Cristiano Ronaldo, Pepe e Fábio Coentrão, e Barcelona. Mas o internacional português até pode rumar a França para ingressar o PSG, ao lado de Zlatan Ibrahimovic.

Mas antes de decidir o futuro, Nani tem ainda mais jogos para fazer pelo Sporting e quer "terminar em grande", com a conquista da Taça de Portugal, troféu que os leões vão disputar com o Sporting de Braga. Em termos de campeonato, os leões têm já assegurado o terceiro lugar e a pré-eliminatória da Liga dos Campeões.

O extremo comentou ainda o campeonato nacional para dizer que se é justo se o Benfica se sagrar campeão. "Ganhou mais jogos, foi mais regular. Se ganhar o campeonato é justo", afirmou. #Mercado de Transferências