O dia de ontem ficou marcado por um corrupio em termos de presenças de jogadores do #Benfica no aeroporto da Portela, em Lisboa. Todos estavam prontos a deixarem solo luso para os respetivos países de origem, para umas merecidas férias depois de uma época em que o clube conquistou mais três títulos para o seu palmarés. Foram eles a Supertaça, Campeonato e Taça da Liga, superando o FC Porto como clube em Portugal com mais troféus. 75 contra 74 (sem contabilizarmos a Taça Latina conquistada pelos encarnados em 1949/1950, competição que não é reconhecida pela FIFA).

O Benfica despediu-se na sexta-feira da época 2014/2015 com mais uma conquista, a sua sexta Taça da Liga, diante de um Marítimo que se revelou um adversário digno da final, tentando ao máximo equilibrar a balança, deixando em suspense o resultado até bem perto do final do encontro. Jonas e Ola John marcaram para os encarnados, enquanto João Diogo fez o tento insular.

Assim, ontem, foram diversas as declarações de jogadores satisfeitos com a época realizada e otimistas com o futuro no clube, casos de Lima, Jonas e Luisão. Ao passo que Artur e Maxi Pereira partiram com o futuro incerto. O guarda-redes referiu ao jornal Record estar feliz de águia ao peito, mas sem certeza se irá ou não ficar, uma vez que está em fim de contrato: "Bicampeão, Supertaça e Taça da Liga, mas, mais positivo ainda, é estar a ir embora com sentimento do dever cumprido. A primeira semana é para descansar, esfriar a cabeça e ver o que for melhor para decidir".

Maxi Pereira encontra-se na mesma situação que Artur, tendo referido por diversas vezes o amor que sente pelo clube, mas que ainda não houve fumo branco nas negociações da renovação de contrato. De partida para a Copa América, referiu ao mesmo jornal querer resolver as coisas com o clube que representa há oito anos: "A minha ideia é continuar, mas não sei o que vai acontecer. Vou falar com o meu empresário e esperar para ver o que se decide. Sempre disse que queria ficar, que estou bem no Benfica. Vou esperar com paciência, até porque vem aí a Copa América".

Por seu turno, também Nico Gaitán questionado pela TVI sobre uma possível venda referiu, durante os festejos da Taça, sentir-se bem de águia ao peito e o desejo de permanecer: "O último jogo com o Benfica? Desta época sim. Se quero ficar? Claro! Estou muito feliz aqui. Já estou habituado a que digam que vou sair. Comigo ninguém falou. Amanhã vou de férias e depois na próxima época tenho de me apresentar. Tenho contrato. No #Futebol não se pode dizer que fico uma vida num clube. Se não estivesse a jogar, procuraria outra solução. Hoje estou a jogar... Feliz? Sempre!". Hoje no aeroporto voltou a frisar a mesma certeza de ter contrato ao jornal Record: "Até hoje tenho contrato com o Benfica. Tenho de apresentar-me de volta para começar a pré-época. Até hoje é isto". Sublinhando que "foi lindo repetir a conquista do campeonato".

Para além das dúvidas de permanências e saídas do plantel, também Jorge Jesus em fim de contrato mantém o tabu se continua ou não no comando das águias, certo é que as negociações entre o treinador e o presidente Luís Filipe Vieira irão conhecer novos avanços ou recuos nos próximos dias, como o próprio adiantou em conferência de imprensa após o jogo. Do lado do plantel, foi consensual, durante os festejos, a vontade de todos para que Jorge Jesus renove contrato. Certamente será um mercado movimentado do lado encarnado e haverá muitas novidades sobre a equipa técnica e plantel no próximo mês de Junho. #Mercado de Transferências