A jornalista Verónica Brunati publicou na versão online do diário argentino La Nación um artigo sobre os hábitos pessoais de Lionel Messi, a mudança que o futebolista do FC Barcelona tem evidenciado nos últimos tempos e os duros golpes desportivos que o obrigaram a amadurecer. Messi não só melhorou consideravelmente no terreno de jogo, mas também no campo pessoal. "Está a mudar porque toma decisões sobre a vida do seu filho e tem medo de errar, como qualquer mortal. Esses receios estão a ajudá-lo a amadurecer, bem como os golpes no desporto, em especial aquela final perdida no Mundial do Brasil", defende a correspondente do jornal espanhol Marca na Argentina.

Brunati destaca que, com a chegada de Pep Guardiola ao comando técnico do Barça, Messi começou a mudar os seus hábitos alimentares. "Deixou as massas, a Coca-Cola, os gelados e os doces. Seis anos depois, deu uma nova volta à sua dieta: agora só come o que o seu organismo necessita", explica. O eterno rival de Cristiano Ronaldo na luta pelo título de melhor jogador do planeta perdeu cinco quilos em nove meses, o que lhe valeu, segundo a repórter, "mais potência, velocidade e explosão".

O "novo Messi" chegou ainda mais longe do que aquele que foi transformado por Juanjo Brau, o fisioterapeuta e preparador físico de quem La Pulga se distanciou há duas temporadas. Verónica indica que o craque sul-americano está a aproveitar ao máximo "o rigor" de Rafael Pol, o fisioterapeuta da equipa técnica de Luis Enrique. "Apesar de ser menos explosivo nas arrancadas do que antes, o seu corpo tem a elasticidade atlética de um velocista", descreve a jornalista.

O avançado culé encontra-se actualmente num ponto alto da sua carreira. "Escolhe em cada momento em que posição do campo quer jogar, quando e como intervir, quando e como fazer jogar os seus companheiros. Dirige a orquestra e experimenta os diferentes instrumentos", continua a correspondente. A estrela blaugrana leva esta temporada mais de 50 golos e 25 assistências. Converteu-se no "super-atleta que quebra recordes", já não tem "medo das lesões" e tem toda a confiança para fazer tudo o que "o corpo lhe permita" no terreno de jogo, conclui. #F.C. Barcelona