O Clube Desportivo de Tondela, recém-promovido ao primeiro escalão do #Futebol português, anunciou a saída de Quim Machado do comando técnico da equipa. Após ter chegado a meio da época, depois de uma pequena passagem pelo Lechia Gdansk, na Polónia, Quim Machado comandou a equipa à subida de divisão. Depois de ter empatado o último jogo da segunda liga em Freamunde (1-1), o CD Tondela assegurou o título de campeão e a entrada, pela primeira vez na sua história, no principal escalão do futebol português.

Após os festejos da equipa na cidade, no passado domingo, o presidente confessou que iria negociar com o agora ex-treinador com a esperança de renovar o seu contrato. Contudo, numa decisão repentina que apanha sócios e adeptos de surpresa, o CD Tondela está no mercado a avaliar possíveis substitutos para o lugar agora em aberto. E são vários os treinadores sem clube e que podem abraçar o desafio da equipa - a manutenção na Primeira Liga - para a próxima época: João de Deus, Pedro Emanuel e Paulo Sérgio.

Na despedida, segundo o site zerozero.pt, o treinador confessou que leva "o Tondela no coração". O estrangeiro poderá ser mesmo o destino do técnico português: "Até ao próximo fim-de-semana vou resolver a minha vida. O estrangeiro é uma hipótese, mas quero analisar outras propostas que possam acontecer. Cumpri o que me foi pedido, a subida de divisão. A partir de agora, o presidente tem toda a legitimidade de escolher outro treinador, assim como eu tenho legitimidade de procurar outros clubes".

A direcção, no entanto, agradece o contributo do técnico português pelo trabalho desenvolvido no clube e deseja-lhe os maiores sucessos "pessoais e profissionais".

Este é mais um dos problemas que a direcção do clube terá de resolver. Com a subida da equipa profissional à Primeira Liga será necessário alargar as bancadas do estádio, iluminação, segurança e dispositivo de entradas e saída de adeptos. O presidente da Câmara Municipal de Tondela, José Jesus, confirmou a ajuda monetária do município ao clube com um valor a rondar os dois milhões de euros. #Primeira Liga Portuguesa