Após uma época atribulada, José Viterbo, que assumiu o controlo da equipa principal na 2ª volta, quer que a próxima temporada seja mais tranquila. O avançado Rabiola (ex-Penafiel), o guarda redes Pedro Trigueira (ex-União da Madeira), o defesa Gustavo (Grémio Anápolis) e o médio Selim Bouadla (ex-Debrecen da Hungria) são os reforços já garantidos. No entanto, de acordo com o jornal A Bola, espera-se que a qualquer momento cheguem quatro novas "caras" a Coimbra. Um médio central, dois alas e um avançado são as lacunas que faltam resolver.

O jornal Record tem avançado nos últimos dias com alguns dos jogadores desejados pela Académica. Aos 31 anos, Diogo Valente, jogador que esteve na última época no Gil Vicente, pode estar de regresso a Coimbra. A confirmar-se, será a sua terceira passagem pela Briosa. Os termos do acordo não deverão ser muito difíceis de alcançar, já que o atleta (que venceu em 2012 a Taça de Portugal ao serviço dos estudantes) tem uma grande ligação sentimental pelo clube de Coimbra. Especula-se que o seu contrato possa ter a duração de uma época.

Mukhtar, o internacional alemão sub-20 do Benfica, é pretendido por empréstimo. Porém, para além de poderem existir mais clubes interessados, não se sabe ainda se o técnico do Benfica pode querer segurar o jogador no seu plantel para a próxima temporada.

O avançado do Sporting Gelson Martins, que brilhou no mundial sub-20, também está na lista. No entanto, a sua vinda dependerá da vontade do técnico do Sporting Jorge Jesus. Caso seja emprestado, a Académica tem um argumento que convencer a direção de Alvalade: nos últimos anos tem uma elevada taxa de sucesso na valorização de jogadores leoninos (como por exemplo Cédric, Adrien e, mais recentemente, Esgaio) .

Edgar Salli, que na época passada (pouco) jogou em Coimbra por empréstimo do Mónaco, pode estar de regresso. Ultrapassada a lesão que colocou em causa uma boa parte da última época, o internacional camaronês de 22 anos é um jogador que interessa à Briosa, mas falta saber qual a vontade do atleta e do clube detentor do passe.

Orçamento 2015/2016

Foi no Auditório Estádio Cidade de Coimbra, na noite de 18 de junho, que os sócios disseram sim ao orçamento proposto pela direção do clube para a nova época desportiva: 3 106 000 euros é o valor total estipulado. Deste montante, os maiores gastos vão ser os salários: 1,5 milhões de euros para o plantel e 160 000 euros para a equipa técnica da Briosa, liderada por José Viterbo. Relativamente aos rendimentos, espera-se obter 3,2 milhões, sendo o lucro de 160 mil euros.

Pré-época

A Académica inicia a nova temporada a 6 de julho. O primeiro jogo vai decorrer em Quiaios, a 18 de julho. O Feirense vai ser o adversário. Segue-se no Luso o Arouca (22). A 25, no Entroncamento, defronta o Benfica de Castelo Branco e a 1 de agosto recebe o Nacional da Madeira. A 4 ou 5 de agosto irá decorrer o jogo de apresentação, não sendo ainda conhecido o adversário. #Futebol #Primeira Liga Portuguesa #Mercado de Transferências