Arturo Vidal não ganhou para o susto depois do aparatoso acidente sofrido na noite da última terça-feira, ao volante do seu Ferrari, que ficou bastante destruído. O craque chileno, que acusou consumo de álcool, ficou com feridas de média gravidade, tendo sido detido pela polícia e obrigado a apresentar-se em tribunal. Vidal, jogador da Juventus, campeã de Itália e vice-campeã da Europa, já divulgou um vídeo em que garantiu que não é responsável pelo acidente, em que houve a colisão com outra viatura, em Santiago, capital do Chile, anfitrião da #Copa América.

Na competição mais importante entre selecções do continente americano, Arturo Vidal ostenta o estatuto de melhor marcador, com três golos concretizados, mais um remate certeiro do que o compatriota Eduardo Vargas, o mexicano Vicente Vuoso e o argentino Sergio Aguero. O médio-ofensivo da Juventus marcou logo na primeira jornada, diante do Equador. 2-0 foi o resultado final. No segundo encontro, frente ao México, Arturo Vidal assinou dois golos mas, desta vez, não saboreou a conquista dos três pontos. 3-3 acabou por ser o desfecho neste duelo de fortes emoções, considerado, para já, como o melhor desde do início da competição.

O Chile lidera o grupo A, com quatro pontos, em igualdade com a Bolívia, com mais dois pontos do que o México, enquanto o Equador ainda não pontuou. Na próxima ronda, agendada para esta sexta-feira, sobressai o duelo entre chilenos e bolivianos, mas, apesar das consequências do acidente, perspectiva-se que Artur Vidal possa dar o contributo à sua selecção. Esta disponibilidade pode, contudo, ficar condicionada se o jogador for alvo de castigo, apesar de o acidente ter coincidido com o período de folga da selecção do Chile.

A importância de Vidal

Aos 28 anos, a estrela dos "bianconeri" soma 65 jogos, com 12 golos concretizados ao serviço do Chile. O facto de jogar em casa pode tornar os chilenos como "outsiders" na luta pelos primeiros lugares, mas, para isso, a presença de Vidal é imprescindível, numa competição em que Argentina, Brasil, Uruguai e Colômbia são os principais candidatos ao título.