Cristiano Ronaldo vai ficar no #Real Madrid. Tal como foi avançado na Blasting News há mais de uma semana, e ao contrário de vários rumores, Ronaldo quer continuar no “melhor clube do mundo” e está farto dos jornalistas que o colocam noutros clubes. Numa pequena entrevista ao jornal “A Bola”, o craque garante que vai ficar no Real Madrid e aproveita para fazer mais exigências à direcção. “Quero que Sergio Ramos fique”, afirmou Ronaldo.

O Real Madrid, apesar de algum descontentamento do português, vai continuar a poder contar com #Cristiano Ronaldo. A passar umas merecidas férias em Miami, Ronaldo sentiu a necessidade de falar publicamente este sábado, 27 de Junho, para desmentir os rumores que o colocavam na porta de saída da capital espanhola. “Parem de inventar coisas. Eu estou no melhor clube do mundo e no melhor para mim, sou muito feliz em Madrid. É claro que vou continuar”, confessou o craque ao jornal desportivo “A Bola”, irritado com todas as mentiras e especulações que correram recentemente na comunicação social.

Para além de ter dado a garantia ao clube espanhol que vai continuar, Ronaldo, tal como fez antes de entrar de férias, aproveitou o momento para voltar a fazer alguma pressão na direcção do clube e pedir ao seu presidente, Florentino Perez, que este interrompa as negociações para a saída de Sergio Ramos, pois, para Cristiano Ronaldo, o espanhol é um jogador crucial para o sucesso do Real Madrid. Tal como foi anteriormente anunciado, Ronaldo não terá gostado de ver partir o seu ex-treinador Carlo Ancelotti e não vê com bons olhos mais um líder de balneário a abandonar o clube.

Assim, Ronaldo vai poder continuar a enfrentar directamente o seu eterno rival Lionel Messi, que na presente temporada somou conquistas de títulos colectivos a boas exibições individuas. Sem receio de nenhum desafio, o português quer voltar a provar que é o melhor jogador do planeta e, para isso, não poderá fugir dos melhores. Contudo, Ronaldo quer sentir que está num clube vencedor e exige que a direcção responda às suas exigências, para que o clube não perca mais terreno para o seu rival Barcelona.