Sem Argentina e Espanha, #Cristiano Ronaldo tem nos Jogos Olímpicos a oportunidade de "ouro" para conquistar o primeiro título da #Selecção portuguesa na sua história. O português elogiou os sub-21 pela classificação, que não acontecia desde 2004. Tal como Zlatan Ibrahimovic anunciou, Ronaldo, caso não vença o Europeu, poderá fazer parte dos três jogadores inscritos acima dos 23 anos. Nos trinta, Ronaldo sabe a importância de deixar no seu legado uma conquista com a sua selecção nacional, algo que Messi nunca conseguiu.

Cristiano Ronaldo ficou muito entusiasmado com a classificação dos sub-21 para as meias-finais do Europeu da categoria, mas, sobretudo, pela garantia da presença de Portugal nos Jogos Olímpicos do Brasil, algo que não acontecia há doze anos, em Atenas de 2004. Sem a presença de grandes selecções no maior evento desportivo da história, como é o caso de Itália, Argentina e Espanha, a selecção portuguesa tem finalmente uma grande oportunidade de conquistar algo importante no escalão A.

À semelhança de Ronaldo, o craque sueco Zlatan Ibrahimovic também fez questão de elogiar a sua selecção por ter garantido a qualificação para os Jogos Olímpicos e, segundo avança o jornal "Café Magazine", Zlatan já terá informado a sua federação que pretende ser um dos escolhidos para liderar a turma sueca. Também nos seus trinta e sem ter conquistado nada ao serviço da selecção está Cristiano Ronaldo, que sabe muito bem que, depois do Europeu, esta será uma das últimas grandes oportunidades de dar uma grande alegria ao país. Para além disso, tal como acontece com Messi, uma grande conquista ao serviço de Portugal elevaria o seu astuto e legado ao nível de Pelé e Maradona, que conquistaram títulos pelos seus respectivos países.

Portugal, com a presença do melhor jogador do mundo, seria obrigatoriamente um dos principais candidatos ao ouro olímpico e Cristiano Ronaldo está ciente disso mesmo. As selecções nacionais, nesta competição, só podem inscrever três jogadores acima dos 23 anos, mas mesmo assim Ronaldo, segundo avança a imprensa espanhola, sabe que a nova geração do futebol português tem muita qualidade e não será por isso um entrave às ambições do craque. Sem Messi pelo caminho, Cristiano Ronaldo terá todas as intenções de participar numa competição desta natureza e conquistar algo de importante para Portugal e tornar-se um atleta medalhado olímpico.